Barcelona anuncia que Neymar está fora do clássico contra o Real Madrid

Neymar durante a partida entre Barcelona e Juventus pelas quartas de final da Liga dos Campeões em 11 de abril

O Barcelona, que havia apresentado um recurso ao Tribunal Administrativo do Esporte (TAD) contra a punição de Neymar para tentar obter a liberação do brasileiro para a partida deste domingo contra o Real Madrid, desistiu de relacionar o atacante para o clássico.

"Diante da incerteza legal que representa a falta de pronunciamento do TAD a menos de 12 horas para a partida, o clube optou por não relacionar Neymar", anunciou o Barça em um comunicado.

A nota do clube afirma que o Barcelona, no entanto, "mostra sua estupefação ante o enorme vazio legal que implica a recusa do TAD de exercer suas funções jurisdicionais".

O atacante brasileiro foi suspenso por três partidas na Liga Espanhola no dia 11 por uma "atitude de desprezo" durante a partida contra o Málaga em 8 de abril, depois de aplaudir o quarto árbitro quando deixava o gramado após receber o segundo cartão amarelo.

O Barcelona apresentou o recurso na sexta-feira quando a reunião semanal do TAD já havia acabado, mas ainda estava dentro dos prazos regulamentares, segundo o clube.

O presidente do TAD, Enrique Arnaldo, enviou no sábado uma nota ao Barcelona em que informava que não conseguiu convocar uma reunião extraordinária do organismo e recordava que "a sanção é execução imediata".

O Barcelona respondeu em um comunicado que o TAD não comunicou o horário da reunião e que apresentou o recurso dentro dos prazos estabelecidos nas normas correspondentes.

Mas sabendo que na atual situação escalar Neymar representaria o risco de ser punido pelo regulamento do campeonato espanhol com uma derrota de 3-0, o Barça desistiu de relacionar o brasileiro.

O clube destacou que o fato de o TAD não decidir imediatamente sobre seu recurso "prejudica tanto o clube como a própria competição".