Na estreia brasileira, Atlético Mineiro cai fora de casa diante San Lorenzo

EFE

Buenos Aires, 11 abr (EFE).- O Atlético Mineiro foi derrotado nesta quarta-feira pelo San Lorenzo por 1 a 0, no estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, na primeira partida de equipe brasileira nesta edição da Copa Sul-Americana.

O gol isolado do duelo foi marcado pelo meia argentino Gabriel Gudiño, aos 38 minutos do primeiro tempo.

O Galo, que veio para o jogo apenas sem o zagueiro Leonardo Silva, lesionado, com relação ao time que foi batido no segundo jogo da decisão do Campeonato Mineiro para o Cruzeiro por 2 a 0, perdendo assim o título, começou de maneira agressiva, contra um adversário que atuou com muitos reservas.

Logo no primeiro minuto da etapa inicial, Cazares teve ótima oportunidade de balançar as redes, após cochilo da defesa adversária. Pouco depois, aos 7, Bremer, substituto do capitão alvinegro, pegou rebote em cobrança de falta e só parou na defesa do goleiro Navarro.

Aos poucos, o San Lorenzo equilibrou o duelo, embora ainda tomasse sustos na retaguarda. Aos 38, Castro foi lançado na área, bateu e obrigou Victor a fazer a defesa. No rebote, Gudiño apareceu completamente livre, em posição duvidosa, para empurrar para dentro.

O Atlético começou o segundo tempo pressionando e, logo aos 2, teve ótima oportunidade de igualar, com Otero. O 'Ciclón' não demorou e respondeu no minuto seguinte, com Blandi, que perdeu chance clara dentro da pequena área do time mineiro.

O centroavante argentino apareceu muito bem, mais uma vez, aos 27, após cobrança de escanteio e desvio na área de companheiro, que o deixou em ótima condição de marcar. A bola, no entanto, saiu à direita do gol defendido por Victor.

No finzinho, o Galo até tentou pressionar, mas não teve forças para conseguir levar perigo efetivo ao anfitrião.

Agora, o time brasileiro, campeão da Taça Libertadores em 2013, e a equipe argentina, que ergueu o troféu continental no ano seguinte, se reencontrarão no dia 8 de maio, em Belo Horizonte. O Atlético precisará vencer por, no mínimo, dois gols de diferença para avançar.

Caso repita o 1 a 0 da partida de ida, os alvinegros levarão a decisão para a disputa de pênaltis. Qualquer outro placar dará a classificação para o San Lorenzo. EFE


Leia também