Iniesta mantém otimismo: "A sensação não é tão péssima como em Paris"

Redação Central, 11 abr (EFE).- Apesar da insatisfação com a atuação do time na derrota para a Juventus por 3 a 0 nesta terça-feira, em Turim, o meia Andrés Iniesta, do Barcelona, manteve o otimismo em relação às chances de classificação para as semifinais da Liga dos Campeões.

Iniesta garantiu que hoje no vestiário os jogadores não se sentiram tão mal quanto na goleada para o Paris Saint-Germain por 4 a 0, na ida das oitavas de final. Nessa eliminatória, o Barça avançou com um triunfo histórico por 6 a 1 no estádio Camp Nou.

"A sensação não é tão péssima como em Paris, mas voltamos a ter uma eliminatória muito dura pela frente. Se fizermos as coisas como temos que fazê-las, conseguiremos reverter essa situação. Se não for assim, será impossível", comentou o meia em entrevista à emissora espanhola "TV3".

"Fomos mal, principalmente no primeiro tempo. A Champions castiga com esses dois gols, mas no segundo se viu outra coisa. Merecíamos ter marcado um gol", completou.

Dessa vez, para se colocar entre os quatro melhores do torneio continental, precisará vencer por quatro gols de diferença na volta, na Espanha, na quarta-feira da semana que vem. Se devolver o 3 a 0, provocará a realização de prorrogação. EFE