Barça e Real fazem primeiro clássico sem gols da era Messi - e dos últimos 17 anos

Um dos jogos mais esperados do ano, o primeiro superclássico da temporada não teve gols: em partida originalmente válida pela rodada 10 da La Liga - adiada por conta de protestos separatistas na Catalunha - Barcelona e Real ficaram no 0 a 0, um fato incomum nos últimos anos.

Na verdade, desde o começo da "Era Messi", em 2004, este foi o primeiro clássico que terminou sem gols: a última vez em que Barcelona e Real Madrid terminaram uma partida sem que nenhum dos dois clubes tivesse balançado as redes foi em 2002.

Naquela partida, disputada em novembro de 2002, ambos os rivais estavam longe da primeira colocação da La Liga: o líder naquele momento era o Real Sociedad, com 23 pontos, cinco na frente do quarto lugar Real Madrid. O Barça? Décimo. Muito diferente do clássico de hoje, quando os arquirrivais disputam a liderança de forma ferrenha.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Na meiuca do Barça, um nome em especial chama atenção: Riquelme. O craque teve uma passagem esquecível pelo gigante catalão, sem conseguir se destacar. Junto com ele, outros jogadores que compunham o resto do time eram Cocu, de Boer, Puyol, Xavi, Thiago Motta e Kluivert, com Saviola, Overmars e Fábio Rochemback no banco. O Barcelona se dividia entre o passado e o futuro.

Riquelme Barcelona Copa del Rey
Riquelme Barcelona Copa del Rey

Ao mesmo tempo, o Real Madrid já estava prestes a montar seu time galáctico: Casillas, Roberto Carlos, Figo, Raúl, Makélélé, Cambiasso e outros nomes que marcaram época já faziam parte daquela época que não saiu do zero contra o Barça. Notáveis desfalques naquela partida foram Zinedine Zidane e Ronaldo.

17 anos depois, Real Madrid e Barcelona se reencontraram ainda mais soberanos nacionalmente, mas longe dos seus melhores momentos em competições europeias. Será que teremos mais duas décadas de dominância dos arquirrivais? Ou teremos anos e mais anos de zero a zeros? Só o futuro dirá.

Leia também