Bangu chega confiante na segunda fase da série D

·1 minuto de leitura


O presidente do Conselho Diretor, Jorge Varela, ressaltou a importância do técnico Felipe Loureiro no comando técnico do Bangu desde sua chegada, no fim de abril deste ano. Para ele, Felipe foi uma aposta certeira, sendo o grande responsável pela virada alvirrubra na temporada 2021.

- Por tudo que vivemos no ano, o Felipe foi o grande responsável pela virada de chave do Bangu. Ele abraçou o projeto e nós apostamos nele. Ele conseguiu colocar o Bangu no lugar de grandeza, como grande clube que é - afirmou.

Felipe Loureiro chegou ao Bangu em 26 de abril. Seu primeiro treino aconteceu no dia 12 de maio. Desde então, foram 16 jogos, com seis vitórias, quatro empates e seis derrotas. Com a saída de destaques do time no Carioca, o 'Maestro' herdou um time de garotos com média de 22 anos de idade. Não deixou de implementar seu estilo e filosofia de jogo, tendo total respaldo de Varela na continuidade como técnico do time:

- Hoje a nossa prioridade é ganhar a série D, porque o Bangu entra sempre para ganhar todas competições que disputa. Sabemos das dificuldades, mas não podemos deixar de lutar. Nós temos uma base onde pode nos render frutos. Tudo isso faz parte deste projeto que temos a médio e longo prazo para o futuro - resumiu.

O Bangu inicia a luta para avançar no sonho do acesso à série C neste sábado, dia 11, às 15h, diante do Joinville, o jogo de ida desta segunda fase da série D. O JEC foi o melhor time do grupo A08, com 28 pontos, já o Alvirrubro se classificou na última vaga, com 19 pontos, em quarto lugar do grupo A07. O jogo de volta acontecerá no sábado, dia 18, às 15h, na Arena Joinville.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos