Bando hostiliza e ataca carros de jogadores do Santos no Pacaembu

Grupo de cerca de dez torcedores esperou saída do carro de alguns jogadores após eliminação para a Ponte Preta para protestar na saída do estádio, em São Paulo

A torcida do Santos fez bonito nas arquibancadas do Pacaembu. Mesmo com a eliminação para a Ponte Preta nas quartas de final do Paulista, no pênaltis, os 37.145 presentes apoiaram durante os 90 minutos, enquanto o Peixe vencia por 1 a 0. Porém, do lado de fora do estádio, a festa deu lugar à tensão.

Um grupo de pouco mais de dez torcedores ficou na porta do estacionamento do estádio aguardando a saída dos jogadores do Alvinegro. Vitor Bueno e David Braz foram alguns dos atletas que tiveram seus veículos atacados com chutes e socos.

O camisa 7, inclusive, chegou a se prontificar a atender os torcedores. Porém, quando percebeu o clima hostil, teve que fechar o vidro do carro. Não foi feito boletim de ocorrência e não houve registros de feridos.



E MAIS: