Bandeira de Mello esclarece: 'Estava de cabeça quente'

Clube fornece edital para formalização de propostas pelo prédio na modalidade de troca

Diferentemente do que o site do LANCE! publicou neste domingo, o filho que defendeu o presidente Eduardo Bandeira de Mello dos xingamentos que ele sofreu de alguns torcedores rubro-negros na saída das tribunas do Estádio Nilton Santos, após a derrota para o Fluminense na final da Taça Guanabara, foi o Marcelo e não o Fábio.

Bandeira de Mello esclareceu o erro e aproveitou para informar que está arrependido de ter se envolvido na troca de xingamentos, o que só ocorreu porque ele estava de cabeça quente após a derrota nos pênaltis para o Tricolor.

E MAIS: