Bandeira de Mello enche a bola de Zé Ricardo e fala sobre situação do Maraca na Libertadores

A vitória do Flamengo por 2 a 1 sobre o Atlético-PR que colocou o Rubro-Negro carioca na liderança do grupo 4 da Copa Libertadores da América deixou o torcedor feliz. E não foi diferente com Eduardo Bandeira de Mello, o presidente Rubro-Negro, sorridente com o triunfo, fez questão de elogiar a dupla Renê-Trauco e encher a bola de Zé Ricardo.

"Ganhar é sempre bom, teve um sofrimento no final para testar o meu coração. Eu vim com eles, vi a preleção, sabia que o Mancuello não ia poder jogar. Felizmente a dupla do Renê com o Trauco funcionou bem, o Zé Ricardo sabe tudo".

Zé Ricardo Flamengo Vasco Carioca 27 03 2017

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

Mais uma vez a sintonia entre torcida e time foi um diferencial para o Flamengo dentro de campo. Com o Maracanã lotado, os Rubro-Negros apoiaram os 90 minutos e deram um gás aos atletas em campo. Questionado sobre a possibilidade da partida contra o Católica também ser realizada no estádio, Bandeira de Mello se mostrou esperançoso com uma nova licitação.

"Vamos ver como vai estar o Maracanã em maio, se continuar nesta mesma situação a gente pode negociar, vamos aguardar, até lá eu espero que o governador tenha decidido fazer uma nova licitação que é a melhor solução, que dá mais transparencia, mais segurança jurídica e atende ao Estado do Rio de Janeiro que afinal de contas é o dono. Eu tenho esperança que o governador se defina por uma nova licitação".

Maracana mosaico Flamengo Atletico-PR Copa Libertadores 12042017

(Foto: Buda Mendes / Getty Images)

Finais do estadual fora do Maraca

O diretor geral do clube, Fred Luz reafirmou que existe a possibilidade de levar o jogo contra o Católica para o Maracanã mas deixou a entender que as semfinais do Carioca podem não ser disputadas lá or conta do prejuízo diante do Vasco, pela Taça Rio

"Há possibilidades de trazer o jogo para cá, mas vai depender de como estiver o time, o apelo do jogo. Contra o Vasco tivemos prejuízo, os dois clubes. Quem faz alguma coisa e tem o braço cortado da próxima vez não vai botar o braço ali né? Pelo menos eu espero".