Band avalia nome de Sérgio Maurício para narração da Fórmula 1 ao lado de Reginaldo Leme e Mariana Becker

LANCE!
·2 minuto de leitura


Um fim de semana agitado para os fãs de Fórmula 1 no Brasil, já que a principal categoria automobilística do mundo saiu da Globo e foi para Band, assim como a repórter Mariana Becker, que seguiu o mesmo caminho. Outro nome bem avaliado para deixar o Grupo Globo rumo à nova casa da F1 é o narrador Sérgio Maurício. A informação foi publicada pelo colunista Gabriel Vaquer', do 'Uol Esportes'.

Sérgio seria o nome mais bem avaliado para assumir o comando das novas transmissões da F1, já que possui experiência na função e é um nome bem avaliado do público. O colunista destacou que outros nomes estão sendo avaliados, mas Sérgio está no topo da lista de intenções.

Outro ponto levantado é a perda de espaço do narrador no grupo Globo, que não narrou as corridas na TV aberta nem com a impossibilidade de Galvão Bueno devido a pandemia. Para o lugar dele, Cléber Machado e Everaldo Marques foram escalados para a função.

A Band pode ter uma equipe de transmissão quase toda ocupada por jornalistas ex-Globo, caso a contratação de Sérgio Maurício se confirme. Isso porque Reginaldo Leme, principal nome entre os comentaristas da F1 no Brasil, já tinha acertado acordo com a Band no fim de 2020. Ele é o principal trunfo para uma transmissão mais técnica da categoria.

MARIDO DE MARIANA BECKER AJUDOU NA MUDANÇA
Marido da repórter Mariana Becker, Jayme Brito, ex-diretor da Globo foi quem teria ajudado a Band a assinar acordo de dois anos com a Liberty Media, empresa detentora dos direitos da Fórmula 1.

Jayme Brito intermediava o contato entre a Globo e os detentores dos direitos da Fórmula 1, além de auxiliar em questões técnicas. Agora com a Band, Jayme estaria encarregado de montar a equipe brasileira que vai participar da transmissão na nova casa.