Baltazar vive expectativa para retorno do futebol na Suiça


Revelado nas categorias de base do Vila Nova, o meia Baltazar defende o Sion desde 2018, quando deixou o clube goiano rumo ao futebol suíço. Após quase quatro meses sem jogos, a equipe do atleta brasileiro voltará a atuar neste sábado, contra o St. Gallen, pela 24ª rodada do Campeonato Suiço. O Sion ocupa a 8ª colocação.

- Fizemos um período de preparação online durante a quarentena que ajudou a manter a forma, sempre com orientação da comissão técnica do Sion. Mas desde o dia 26 de maio, já estamos treinando normalmente no CT e acredito que estamos prontos para o retorno do campeonato. Estamos motivados, principalmente pelo fato de estarmos voltando a jogar após muito tempo. A expectativa é a melhor possível e estamos felizes por isso. É o que mais gostamos de fazer e mesmo sabendo que o estádio não terá torcida, a confiança é grande - explicou Baltazar.

O Sion trocou de técnico para a volta do Campeonato Suiço. O português Ricardo Dionísio deixou o cargo e foi substituído pelo italiano Paolo Tramezzani, que terá a missão de recolocar a equipe no caminho das vitórias. Restam 13 rodadas para o fim da competição. Com apenas 20 anos, Baltazar contou também como foi o período de quarentena longe da família.

- Procurei me cuidar bastante e seguir todas as orientações que foram passadas. Aqui muitas coisas ficaram fechadas e apenas farmácias e supermercados estavam abertos. Minha família ficou no Brasil e o único meio de contato era por ligações e mensagens. Mas o importante é que eles também se cuidaram bastante e todos estão bem. Agora é voltar as atenções para a volta do futebol - concluiu.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também