Balotelli não é relacionado e segue calvário no Brescia

Goal.com

Mario Balotelli vive momentos de dificuldade no Brescia. Após a parada do futebol na Itália devido à pandemia do novo coronavírus, o atacante italiano não foi nem relacionado para a partida dessa segunda-feira (22) contra a Fiorentina, pela 27ª rodada da Serie A. A ausência do 'Balota' preocupa devido ao histórico recente de desentendimentos e críticas da direção do clube ao centroavante.

Parte da imprensa europeia já trata o caso como uma "ruptura total". Desde antes da parada do futebol por causa da pandemia Balotelli já era um assunto bastante falado na Itália. 

Em primeiro lugar, devido aos recorrentes episódios de racismo que atingem o atacante com muita frequência. Quando não foi da torcida adversária, como no caso com o Hellas Verona, a ofensa veio do próprio presidente do Brescia, Massimo Cellino, que disse que Balotelli deveria "se enbranquecer".

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Logo no começo da evolução da epidemia na Europa, Balotelli se posicionou publicamente contra a realização dos jogos da Serie A

Durante a quarentena, 'Balota' afirmou não estar bemcom toda a situação. Quando os clubes puderam voltar a realizar treinamentos, o atacante não compareceu aos treinos no dia 26 alegando problemas gastrointestinais e, na noite de uma segunda-feira do começo de junho, enviou um email anunciando que estaria pronto a voltar às atividades no dia seguinte. Porém, ao chegar no CT, ele foi barrado pelo clube, tendo que deixar o local.

O atacante foi bastante especulado no Flamengo em 2019, mas decidiu recomeçar na sua cidade natal e hoje passa por um dos momentos mais tristes de sua carreira, sendo deixado de lado por clube e seleção.

 

 

 

Leia também