Balotelli decide processar Brescia por não pagar o salário de março


Após ser impedido de entrar no centro de treinamento, na última terça, a guerra entre o atacante Balotelli e o Brescia continua. Além dos constantes atos de indisciplina, o jogador resolveu processar o clube por não pagar o salário do mês de março, segundo o diário 'Gazzetta dello Sport'. Contudo, este pagamento é referente ao ordenado que os jogadores concordaram em suspender devido à crise imposta pelo coronavírus.

Vale lembrar que, na terça-feira, o jogador foi impedido de entrar no centro de treinamento por funcionários do clube. Conforme noticiado pela 'Sky Sports Itália', ele foi barrado por não apresentar documentos médicos que são obrigatórios no protocolo de saúde da equipe durante pandemia. A situação está insustentável e segundo o 'Gazzetta dello Sport', o Brescia rescindiu o contrato do jogador nos últimos dias.

Balotelli pede ao Brescia o pagamento integral do salário do mês de março, período em que o jogador se exercitava em casa seguindo as ordens das equipes técnica e médica do clube. Até o momento, a direção não comentou publicamente o pedido do jogador.

Enquanto o Brescia afunda na tabela, sendo o atual lanterna do Campeonato Italiano, com apenas 16 pontos em 26 jogos, Balotelli marcou apenas cinco gols dos 19 jogos que participou.

Nas últimas semanas, o presidente do clube, Massimo Cellino, fez duras críticas ao comportamento do atacante, citou as constantes faltas aos treinos e o não comprometimento com a equipe. Além disso, ele também assumiu que 'assinar com Balotelli foi um erro', em declaração à 'World Football Show' da rede britânica BBC.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também