Bale no Real Madrid está mais próximo de Kaká do que de Cristiano Ronaldo

OPINIÃO

Gareth Bale chegou ao Real Madrid em 2013, o mesmo verão em que Kaka partiu. Bale - como Kaká em 2009 - se tornou o jogador mais caro do mundo quando se juntou ao clube merengue. Os dois têm algo em comum; Ambas as contratações foram projetos pessoais do presidente do clube Florentino Perez, um homem que sempre teve um gosto por 'Galácticos' acima de tudo.

O presidente merengue foi o último a perceber que Kaká nunca atingiria o nível que mostrou quando defendeu o Milan no Santiago Bernabéu quando tudo a sua volta mostrava isso. Ele era um jogador escolhido por Perez para liderar o seu segundo mandato como presidente do Real Madrid e ele não estava prestes a deixá-lo falhar. Eventualmente, porém, até mesmo Florentino teve que desistir dele.

Kaka Cristiano Ronaldo Real Madrid APOEL Champions League

Enquanto era esperado que Bale estrelasse ao lado de Cristiano Ronaldo de início, o plano final na mente de Perez era que Bale se tornasse a grande estrela do clube quando o tempo do camisa 7 no topo chegar ao fim. Não há dúvida de que o período de Bale no clube tem trazido grande sucesso - incluindo dois títulos da Champions - mas, em um nível pessoal, o futebol de Bale na Espanha tem sofrido diversas interrupções.

Cristiano Ronaldo continua desafiando a lógica mesmo aos 32 anos, quando a maioria dos jogadores começa a diminuir o ritmo e a pensar em parar. Seus gols e sua durabilidade deixaram Bale em segundo plano - como era o caso com Kaka. O brasileiro teve quatro temporadas no Santiago Bernabéu antes do Real ter sido forçado a se desfazer de um Galáctico que chegou com grande expectativa, mas entregue pouco.

Gareth Bale and Florentino Perez.

Bale - lesionado novamente - está preso em uma rotina e tem sido quase todo tempo assim nas duas últimas temporadas. Muitos torcedores do Real têm dúvidas sobre a aptidão de Bale para substituir Ronaldo como melhor no clube. Não é necessariamente que ele tenha jogado mal; Na verdade, é possível argumentar que ele foi o melhor atacante do Real na temporada, mas o problema é que ele não joga com uma frequência suficiente.

Ele só conseguiu 50 por cento dos minutos disponíveis no Campeonato Espanhol desde o início de 2015-16. Nesta campanha, ele apareceu em apenas 19 dos 32 jogos de La Liga e só chegou a 90 minutos em 10 ocasiões.

Esses números são baixos para um jogador que você pretende apostar as suas fichas. O treinador Zinedine Zidane não conseguiu chamar Bale para grandes desafios devido a uma combinação de lesões no tornozelo e na panturrilha. Uma coisa é ser capaz de nomear um trio de partida com Bale, Karim Benzema e Cristiano Ronaldo no papel, e outra coisa completamente diferente é ter todos os três deles à disposição ao mesmo tempo.

Bale Sporting Real Madrid 14092016

Perez mostrou grande fé em Bale, o recompensando com um novo contrato em outubro. Se acredita que Bale está ganhando mais de 350 mil euros por semana no Bernabéu, com os termos de seu novo acordo que expira em 2022. Agora, no entanto, pode ser o momento ideal para o Madrid pensar em outra opção. Ele completa 28 anos em breve, e o seu valor de transferência vai diminuir já que se aproxima do seu aniversário de 30 anos.

A despesa total de Kaká, por exemplo, ultrapassou os 100 milhões de euros em termos de taxas de transferência e salários, e o clube recuperou muito pouco quando o o brasileiro retornou ao Milan em uma transferência gratuita em 2013.

Perez deve estar pensando muito se vale a pena seguir investindo em Bale para ver se ele vai se aposentar como uma lenda do clube, mas ate aqui, a sua carreira letá refletindo mais a de Kaka do que a de Ronaldo. Ainda há muitos clubes que podem se interessar pelos serviços do galês como o Manchester United.

Real Madrid Ronaldo Bale Benzema
Fotos: Getty Images

O Real parece ver em Asensio um substituto para Bale e também têm a opção de entrar no mercado de transferência em busca de outro candidato. Não há questionamento sobre a habilidade de Bale, mas não seria surpresa se o time espanhol estiver ficando sem paciência com ele. O atacante sofreu cerca de 17 lesões desde que chegou na capital espanhola, com seus problemas de panturrilha, em particular, o fazendo perder muitos jogos.

Madrid está irá enfrentar o Deportivo La Coruña nesta quarta-feira (26), e eles vão ficar novamente sem o galês por três semanas. Eles não poderão contar com Bale - o homem contratado para fazer a diferença, mas que não está sendo tão presente quando o clube gostaria. 

Ronaldo ultrapassou Kaká - o jogador contratado para brilhar ao lado dele - e sua longevidade significa que ele ainda pode ultrapassar quem chegou para substituí-lo também.