Bahia vence o Vitória e garante a vaga na final da Copa do Nordeste

O Bahia precisava de um triunfo sobre o Vitória para ser o primeiro finalista da Copa do Nordeste. Neste domingo, no jogo de volta entre as equipes, na Arena Fonte Nova, o Tricolor levou a melhor no Clássico Ba-Vi ao superar o Rubro-Negro por 2 a 0, com gols de Allione e Régis.

Agora, a equipe do técnico Guto Ferreira aguarda por Santa Cruz ou Sport, que fazem a decisão pernambucana da outra semifinal. No primeiro confronto, o Santa venceu por 2 a 1, na Ilha do Retiro. O jogo da volta está marcado para a próxima quarta-feira, dia 3, às 21h45 (de Brasília), no Arruda. A final da Copa do Nordeste será disputada em jogos de ida e volta, nos dias 17 e 25 de maio, respectivamente.

Por conta do placar de 2 a 1 para o Vitória na última quinta-feira, no Barradão, os jogadores do Leão foram a campo com o propósito de segurar a vantagem do empate. No entanto, diante do estádio lotado, o Bahia partiu para cima e dominou a partida.

Apesar de criar boas chances, o gol do Tricolor só saiu na marca dos 37 minutos. Ainda no campo de defesa, houve um encontrão entre jogadores de Bahia e Vitória, mas o árbitro viu vantagem no lance. A zaga do Leão parou para reclamar e, desorganizada, ofereceu espaço para Régis avançar e tocar para Allione, próximo da entrada da área. O gringo teve tempo para dominar e acertar belo chute colocado.

Na volta do intervalo, o Vitória mostrou iniciativa e por muito pouco não deixou tudo igual com menos de dez minutos. Precisando buscar o resultado, a equipe rubro-negra tentou chegar nos contra-ataques, mas pecou nas finalizações. O Bahia, por outro lado, teve mais espaço e conseguiu ampliar. Aos 14, Régis recebeu passe de Eduardo dentro da área, passou pela marcação de Kanu e mandou rasteiro no canto do gol. Na comemoração, o jogador foi para a torcida e acabou levando o segundo amarelo, tendo de deixar o gramado.

Após o gol, o jogo ficou tenso. O Vitória teve o lateral Patric expulso após desentendimento com Armero. Com isso, os times tiveram que se desdobrar para conseguirem manter o mesmo ritmo. No entanto, apesar dos esforços nem Vitória nem Bahia conseguiram balançar as redes. Por fim, o triunfo por 2 a 0 assegurou a vaga ao Tricolor.

Após o apito final, jogadores de ambas as equipes se envolveram em uma confusão no túnel que dá acesso aos vestiários. O técnico Guto Ferreira tentou separar os atletas, mas o clima esquentou e a confusão acabou com socos e chutes.











E MAIS: