Bahia sai atrás, mas derrota o Coxa de virada e sobe na tabela do BR

Futebol Latino
·3 minuto de leitura


Em partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Bahia derrotou o Coritiba por 2 a 1m de virada, no Couto Pereira, nesta segunda-feira (16). O resultado significou o quarto triunfo consecutivo do Tricolor baiano na temporada e a chegada à nona colocação da competição nacional, com 28 pontos. O Coxa, por sua vez, segue na 17ª posição com 20 pontos, dentro da zona de rebaixamento.

COMEÇO FULMINANTE

O primeiro ataque do Coxa na partida rendeu a abertura do marcador justamente de um dos nomes que, recentemente, tem aparecido com maior destaque, o meia Giovanni Augusto. O lateral-esquerdo William Matheus recebeu ótima bola na lateral da grande área e com espaço para cruzar onde o camisa 90 chegou completando igualmente livre de marcação no canto esquerdo de Douglas Friedrich.

Ainda nos primeiros 15 minutos, o Verdão do Alto da Glória teve duas boas chances onde Matheus Sales e Mattheus finalizaram com força, porém faltando o ajuste de pontaria que fez a bola passar ao lado das traves esquerda e direita de Douglas.

SE DE UM LADO NÃO VALEU...

Aos poucos, o Bahia começou a ser mais presente do que seu adversário no plano ofensivo, mas tinha dificuldades em transformar sua posse em oportunidades mais criativas e perigosas contra o gol de Wilson. E, se de um lado o segundo tento de Giovanni Augusto (e do Coritiba) foi anulado por toque na mão de Neilton, logo na sequência da revisão do VAR foi o Esquadrão que capitalizou sua chance quando Élber recebeu passe dentro da grande área, cortou pra perna esquerda e bateu firme, fugindo do alcance do arqueiro Alviverde.

PROPOSTAS ESTABELECIDAS

No início do tempo complementar, os anfitriões até tentaram aplicar uma certa pressão e volume de jogo na tentativa de voltar a liderança do placar, mas não teve a mesma pontaria dos primeiros 45 minutos e viu o Bahia crescer de produção mediante a clara diferença na questão física, mas sofrendo para converter sua superioridade em acertar o alvo onde estava Wilson.

Entretanto, quando conseguiu, o "veneno" da bola alçada na área no lance do lateral-esquerdo Zeca foi determinante para a virada baiana no Couto Pereira. Puxando para a perna esquerda, o jogador que fazia seus primeiros minutos no clube desde que Mano Menezes assumiu o comando técnico mandou na direção do gol e, sem desviar em ninguém, ela morreu no canto esquerdo do gol.

CADA UM NA SUA

Na reta final do confronto, ficou evidente o desespero do Coritiba em buscar pelo menos um ponto na partida onde chegou a estar ganhando enquanto, do lado da equipe de Salvador, a resistência as investidas e a tentativa de sair somente em oportunidades claras de contra-ataque era a tônica sem muito pudor, algo que permaneceu até o fim onde foi confirmada a vitória dos comandados de Mano Menezes.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 1 x 2 BAHIA

Local:
Estádio Couto Pereira, Curitiba (PR)
Data e hora: 16/11/2020 - 18h
​Árbitros: Igor Junior Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Celso Luis da Silva (ambos MG)
​VAR: Afonso Vitor de Oliveira (PR)
Cartões amarelos: Robson, Mailton, Giovanni Augusto (CTB); Rodriguinho, Ronaldo (BAH)
Cartões vermelhos: -
Gols: Giovanni Augusto (3'/1°T - 1x0), Élber (35'/1°T - 1x1) e Zeca (26'/2°T - 1x2)

CORITIBA: Wilson; Mailton, Rodolfo Filemon, Sabino e William Matheus; Hugo Moura, Matheus Sales (Pablo Thomaz, aos 45'/2°T), Mattheus (Sarrafiore, aos 34'/2°T) e Giovanni Augusto; Robson e Neilton (Rodrigo Muniz, aos 23'/2°T). Técnico: Pachequinho.

BAHIA: Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Anderson Martins (Juninho, no intervalo) e Matheus Bahia (Zeca, aos 18'/2°T); Gregore, Ronaldo e Daniel (Rodriguinho, aos 12'/2°T); Fessin (Rossi, aos 19'/2°T), Gilberto e Élber (Marco Antônio, aos 31'/2°T). Técnico: Mano Menezes.