Bahia lamenta morte de humorista Jotinha: 'Foi a voz, a cara e o espírito do Esquadrão'

LANCE!
·1 minuto de leitura


O humorista José Luiz Almeida da Silva, mais conhecido como Jotinha, morreu na noite desta quinta-feira, aos 52 anos. Jotinha estava em coma, internado em uma unidade particular de saúde em Santo Antônio de Jesus, no recôncavo da Bahia, desde terça-feira, quando apresentou problemas respiratórios por conta da Covid-19.

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, deu a notícia e informou que a morte foi ocasionada pela falência de múltiplos órgãos, em consequência da Covid-19. Nas redes sociais, o Bahia lamentou a morte do humorista, que era torcedor declarado do Esquadrão de Aço.

- Alegria, simplicidade e baianidade. Ele era tudo isso e muito mais. Não à toa foi a voz, a cara e o espírito do Esquadrão. Jotinha representa a beleza da nossa gente. A beleza do interior da Bahia. O bom humor que não arreda o pé. O sorriso que cura a dor. Boa viagem, Papá - escreveu o clube.

Jotinha tinha mais de 1 milhão de seguidores no Instagram. Ele ficou conhecido pelo seu tom de voz e o seu jeito debochado de comentar futebol, além do jeito bem humorado de "cornetar" os amigos em vídeos que circulavam pelo WhatsApp.