Bahia erra gols, é derrotado pelo Defensa y Justicia e está fora da Sul-Americana

LANCE!
·3 minuto de leitura
FLORENCIO VARELA, ARGENTINA - DECEMBER 16: Enzo Fernandez (R) of Defensa y Justicia celebrates after winning a quarter final second leg match between Defensa y Justicia and Bahia as part of Copa CONMEBOL Sudamericana 2020 at Estadio Norberto Tomaghello on December 16, 2020 in Florencio Varela, Argentina. (Photo by Agustin Marcarian - Pool/Getty Images)
FLORENCIO VARELA, ARGENTINA - DECEMBER 16: Enzo Fernandez (R) of Defensa y Justicia celebrates after winning a quarter final second leg match between Defensa y Justicia and Bahia as part of Copa CONMEBOL Sudamericana 2020 at Estadio Norberto Tomaghello on December 16, 2020 in Florencio Varela, Argentina. (Photo by Agustin Marcarian - Pool/Getty Images)

Após a derrota por 3 a 2 em casa, o Bahia foi até a Argentina enfrentar o Defensa y Justicia pelas quartas de final da Sul-Americana, e perdeu por 1 a 0. No placar agregado, 4 a 2 para os argentinos que eliminaram os brasileiros da competição.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Agora classificado, o Defensa y Justicia aguarda o resultado entre Coquimbo Unido-CHI e Junior Barranquilla-COL para saber quem vai enfrentar nas seminfinais da Sul-Americana. Na ida deste confronto, os chilenos venceram fora de casa por 2 a 1.

Leia também:

PRIMEIRO TEMPO PERIGOSO DO BAHIA

Precisando do resultado, o Bahia partiu para cima logo nos primeiros minutos. Nino Paraíba e Élber foram os que tiveram as primeiras chances para o Tricolor. O Defensa queria desanimar os adversários o quanto antes, e Ramirez e Rius foram os dois que arriscaram para os argentinos e levaram perigo. O jogo antes mesmo dos 15 minutos começou com uma boa premissa.

Com um placar apertado, a partida era pouco paralisada. O duelo entre brasileiros e argentinos ficou lá e cá com descidas ameaçadoras, umas delas de Juan Ramirez. Gregore fez o cruzamento aos 24 minutos e o camisa 21 do Bahia dominou, girou e bateu para fora.

O jogo aos poucos foi tendo boas oportunidades com respostas em seguida. Aos 30 minutos, Pizzini cobrou escanteio e Ronaldo quase faz contra. Na sequência, o Bahia puxou o contra-ataque com Ramirez, que tocou muito forte para Élber. O goleiro Unsain saiu do gol para antecipar o atacante e viu a bola sobrar para Gilberto, que do meio da rua por pouco não fez um golaço. O Tricolor se empolgou na partida, e viu Juninho Capixaba quase marcar aos 34 minutos em chute de fora da área.

O fim de jogo não fugiu do que foi todo o duelo. Depois de Pazzini chutar cruzado e assustar Douglas, o Bahia respondeu bem. Rossi dentro da pequena área chutou no travessão, no rebote ele mesmo chutou e a bola pegou na marcação e na terceira tentativa seguida do atacante a defesa argentina tirou em cima da área.

SEGUNDO TEMPO DE ATAQUES E EXPULSÕES

O segundo tempo seguiu com o mesmo fervor da etapa inicial. Nos primeiros minutos, a zaga do Bahia falhou, Braian Romero fez jogada individual, trouxe para a esquerda e chutou para fora. Élber tratou logo dar uma resposta ao chutar em cima de Unsain após cruzamento de Juninho Capixaba. Aos 10 minutos, o Defensa mais uma vez atacou com perigo. Após levantamento na área, Nino Paraíba afastou mal e por muito pouco Pizzini não balançou as redes.

Aos 15 minutos, Gilberto teve uma chance clara ao receber por cima de Rossi, entrar na área e chutar cruzado. A bola passou perto do gol de Unsain, mas o duelo já estava parado por impedimento. Em seguida, após Clayson errar na defesa, Paredes pegou a bola e passou para Romero chutar e Douglas segurar a bola.

Aos 25 minutos, Mano Menezes viu seu time perder Rossi por um lance tolo. Em checagem no VAR, o árbitro viu um gesto indecente do atacante e expulsou o camisa 11. Mas quatro minutos mais tarde, Acevedo igualou os jogadores em campo novamente após fazer falta em Clayson e receber o segundo amarelo.

O Bahia seguia atacando, mas já não tinha a mesma força para assustar o goleiro rival como antes, onde desde a chance de Gilberto aos 15 minutos. A consequência foi a equipe do Tricolor tomar o gol do carrasco Braian Romero, que fechou o placar no Norberto Tomaghello.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos