Babu comenta falas apontadas como racistas de Marcela e Ivy: “Pessoas equivocadas”

Yahoo Vida e Estilo
Babu Santana ficou em quarto lugar no 'Big Brother Brasil 20' (reprodução / instagram @babusantana)
Babu Santana ficou em quarto lugar no 'Big Brother Brasil 20' (reprodução / instagram @babusantana)

O ‘Big Brother Brasil 20’ chegou ao fim nesta semana, mas nem por isso ele já saiu do radar do público. Com o fim do programa as falas mais polêmicas começam a serem repercutidas e Babu Santana comentou alguns comentários considerados racistas de Marcela e Ivy dentro da casa.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

“Acho que elas perderam a chance de ter um amigo bacana, que só teceu críticas sobre o jogo e o nosso dia a dia lá. O que eu tive foi um sentimento de lamentação e peço desculpas ao Brasil por ter assistido o posicionamento de pessoas equivocadas”, diz ao ‘Extra’.

Leia também

Durante os dias de confinamento Ivy afirmou diversas vezes que tinha medo dele, que “ser preto não é malefício” e que “quanto mais morena fico, mais morena eu gosto”. Ele também foi um alvo fixo dela durante quase todas as indicações para o paredão.

Já Marcela, que é médica, também descordou de posicionamentos do ator e disse ficar incomodada com a presença dele em alguns ambientes da casa. Ela chegou a dizer que o lugar do ator era “na cozinha”. “Não posso dizer que fico feliz. Mas elas só reproduzem o que muitas pessoas pensam”, comenta.

Babu ainda refletiu sobre o racismo estrutural que é cometido todo dia por várias pessoas no país. “Não sou um religioso, mas sou um homem de muita fé. Sempre que vou rezar, no final das minhas rezas, eu sempre peço que o universo, Deus, Buda, que qualquer coisa que você siga aí, que ilumine a cabeça e pensamento e perdoe os comportamentos dessas pessoas. Não fiquei chateado, fiquei com vergonha por elas”, completa.

Leia também