Bélgica vence Canadá por 1 a 0 e é líder do Grupo F da Copa do Mundo

A Bélgica, terceira colocada na Copa de 2018, sofreu mais do que o esperado para vencer o Canadá por 1 a 0 nesta quarta-feira, em sua estreia no Mundial do Catar, num jogo em que o goleiro Thibaut Courtois defendeu um pênalti.

Michy Batshuayi, que substitui no ataque o lesionado Romelu Lukaku, marcou aos 44 minutos do primeiro tempo o único gol da partida no estádio Ahmad Bin Ali.

Com esta vitória, os 'Diabos Vermelhos' lideram o Grupo F, após o empate sem gols entre Marrocos e Croácia.

No papel, a equipe europeia, segunda no ranking da Fifa, era amplamente favorita, mas os canadenses (41º no ranking) surpreenderam desde o início gerando mais perigo.

Courtois, eleito o melhor goleiro da Copa da Rússia há quatro anos, defendeu pênalti cobrado por Alphonso Davies aos 11 minutos de jogo.

O jogador do Bayern de Munique desperdiçou assim uma chance de se tornar o primeiro na história a marcar um gol pela seleção do Canadá em uma Copa do Mundo, torneio que o país não disputava há 36 anos.

Em sua única participação, em 1986, a equipe foi eliminada na fase de grupos com três derrotas.

- Pressão canadense -

Desde o início, o Canadá mostrou que chega ao Catar com vontade de lutar e criou as primeiras chances de perigo na partida.

Um chute de Jonathan David foi bloqueado por Tony Alderweireld aos sete do primeiro tempo. Um minuto depois, foi a vez de Tajon Buchanan tentar a sorte, em finalização que Yannick Carrasco desviou com o braço, lance que o árbitro de campo marcou pênalti com o auxílio do VAR.

Courtoirs caiu no canto direito para defender a cobrança de Davies, mas o Canadá não desanimou e continuou tentando, pressionando a construção de jogo dos belgas e saindo em velozes contra-ataques.

Aos 30 minutos, o goleiro do Real Madrid voltou a salvar os 'Diabos Vermelhos', mostrando reflexo em um forte chute do capitão Atiba Hutchinson.

A Bélgica chegava esporadicamente ao ataque, com Batshuayi como protagonista.

Aos 23, ele quase abriu o placar, mas foi bloqueado pelo zagueiro Kamal Miller, que mandou para escanteio.

A melhor e praticamente única chance relevante da seleção belga no primeiro tempo resultou em gol, aos 44 minutos, quando Alderweireld mandou a bola para a área e Batshuayi finalizou entre dois adversários para bater o goleiro Milan Borjan.

Ainda antes do intervalo, Jonathan David recebeu grande passe de Richie Laryea para empatar, mas acabou mandando por cima.

No segundo tempo, o Canadá tentou manter a mesma intensidade e logo de cara teve duas oportunidades, de novo com David e também com Laryea, que não conseguiram converter.

Conforme o tempo ia passando, o time canadense foi diminuindo o ritmo e a Bélgica passou a administrar a vantagem mínima sem se lançar ao ataque.

Courtois, mais mima vez, salvou os belgas defendendo uma cabeçada de David.

Os 'Diabos Vermelhos' mostraram pouco repertório ofensivo, mas quase ampliaram na reta final do jogo, com uma finalização de cabeça de Leander Dendoncker (85) e um chute para fora Kevin De Bruyne (86).

No domingo, na segunda rodada, a Bélgica tentará confirmar sua condição de favorita contra o Marrocos, enquanto o Canadá continuará em busca de seus primeiros pontos e gols em um Mundial diante da Croácia.

dr/psr/cb