Bélgica suspende competições até 31 de julho e futebol não deve voltar

AFP
O estádio do Standard de Liège com portões fechados, em foto de 29 de janeiro de 2020
O estádio do Standard de Liège com portões fechados, em foto de 29 de janeiro de 2020

O governo belga anunciou nesta quarta-feira (6) a suspensão da organização de todas as competições esportivas no país até 31 de julho, abrindo caminho para uma suspensão definitiva da temporada do futebol, desejo da maioria dos clubes profissionais.

A Pro League, a associação de clubes belgas, recebeu a decisão governamental e declarou que estudará "as modalidades de encerramento da temporada" em sua assembleia geral, prevista para 15 de maio.

"A Pro League está ciente da decisão tomada hoje (6) pelo Conselho Nacional de Segurança que prevê suspender as competições de futebol profissional até 31 de julho. É lógico que a Pro League e seus clubes respeitarão esta decisão", informaram em comunicado os clubes belgas.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A Bélgica foi o primeiro país membro da Uefa a anunciar no início de abril que pretendia pôr um fim prematuro a sua temporada de futebol devido à pandemia do coronavírus.

Após Holanda e França, a Bélgica se tornaria o terceiro país europeu a suspender definitivamente sua temporada, enquanto que a Alemanha oficializou nesta quarta-feira o reinício do Campeonato Alemão, um caminho que Inglaterra, Espanha e Itália pretendem seguir.

Na Bélgica, a retomada de treinamentos coletivos será autorizada a partir de 15 de junho.

Em caso de suspensão definitiva da competição, o Brugge será declarado o campeão, segundo a Pro League.

Leia também