Azarenka vai às semifinais do Aberto da Austrália, Korda está eliminado

Victoria Azarenka acena para público após vencer Jessica Pegula no Aberto da Austrália

Por Shrivathsa Sridhar

MELBOURNE (Reuters) - Victoria Azarenka mostrou vestígios da forma que a levou aos títulos do Aberto da Austrália de 2012 e 2013 com uma boa exibição para chegar às semifinais, nesta terça-feira, enquanto o sonho do norte-americano Sebastian Korda de imitar seu famoso pai terminou de forma dolorosa.

Azarenka se vingou por ter sido eliminada na primeira rodada por Jessica Pegula em 2021 ao arrasar a terceira cabeça de chave norte-americana por 6-4 e 6-1 e avançar entre as quatro melhores em Melbourne Park pela primeira vez em uma década.

"Tivemos tantos ralis e eu queria tentar ficar lá, aproveitar as oportunidades porque ela ia levar tudo se eu não tentasse vencer e estou muito orgulhosa por ter executado meu plano de jogo muito bem", disse Azarenka, de 33 anos.

Korda também tentou o seu melhor para continuar jogando contra Karen Khachanov, mas jogou a toalha enquanto perdia por 7-6 (5), 6-3 e 3-0 devido a uma lesão no pulso.

O abandono ocorreu após dois intervalos médicos e frustrou as esperanças do norte-americano de repetir o triunfo de seu pai Petr em Melbourne Park em 1998.

Khachanov, que também chegou às semifinais do Aberto dos Estados Unidos de 2022, disse que é ótimo estar de volta a uma semifinal de Grand Slam depois de se reinventar.

"Obviamente não é assim que você quer terminar uma partida", disse o 18º cabeça de chave, que enfrentará o terceiro cabeça de chave Stefanos Tsitsipas ou o desconhecido tcheco Jiri Lehecka por uma vaga na final.

"Acho que até certo ponto, foi uma batalha muito competitiva, muito boa."

A campeã de Wimbledon Elena Rybakina também garantiu sua vaga nas semifinais em Melbourne Park pela primeira vez, ao derrotar Jelena Ostapenko por 6-2 e 6-4 em uma partida disputada com cobertura depois que a chuva interrompeu o confronto.