Avaí pode abandonar o Campeonato Catarinense; Entenda


A polêmica está em alta no futebol de Santa Catarina. Com a volta do estadual marcada para o dia 8 de julho o Avaí corre o risco de não utilizar a Ressacada, já que a prefeitura de Florianópolis vetou qualquer tipo de prática esportiva na cidade por tempo indeterminado.

Com essa indefinição, o homem forte do futebol do Leão, Marquinhos, conversou com a CBN e deixou claro que, se o Avaí não puder jogar em casa, a equipe abre mão de disputar o Catarinense.

‘A decisão já visível para todo mundo é que se não tiver a Ressacada o Avaí não joga, não entra em campo. Também tem que ter o CT para treinar pelo menos uns 10, 15 dias antes de começar os jogos. Se a gente não tiver, não vamos a campo. O nosso jurídico vai trabalhar. O Avaí quer jogar e vai jogar na Ressacada. Se não tiver a Ressacada, a gente não participa do campeonato. O que decidimos é que a Ressacada é a nossa casa e por direito conquistamos o mínimo possível de vantagem de jogar lá, e fora dela não vamos jogar’, afirmou.

Por ter a melhor campanha na fase de classificação, o Avaí tem a possibilidade de mandar todos os jogos em casa até a final.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também