Avaí-Kindermann e Corinthians começam final do Brasileiro Feminino com empate

·1 minuto de leitura
FLORIANÓPOLIS, SC, 22.11.2020 - FUTEBOL-FEMININO-FINAL - Lance durante a primeira partida da final do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino 2020, entre Avaí Kindermann e Corinthians, realizada no estádio Aderbal Ramos da Silva (Ressacada), em Florianópolis (SC), na noite deste domingo (22). (Foto: Eduardo Valente/iShoot/Folhapress)
FLORIANÓPOLIS, SC, 22.11.2020 - FUTEBOL-FEMININO-FINAL - Lance durante a primeira partida da final do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino 2020, entre Avaí Kindermann e Corinthians, realizada no estádio Aderbal Ramos da Silva (Ressacada), em Florianópolis (SC), na noite deste domingo (22). (Foto: Eduardo Valente/iShoot/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Corinthians pressionou até o último lance, mas terminou num empate sem gols o jogo de ida da final do Campeonato Brasileiro Feminino, contra o Avaí-Kindermann, na noite deste domingo (22).

Com 0 a 0 nos 90 minutos iniciais da decisão, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, tudo ficou aberto para a segunda partida. Os dois times voltarão a se enfrentar no dia 6 de dezembro, às 20h, na Neo Química Arena, em Itaquera.

Se a rede não balançou, muito se deve ao trabalho das goleiras Bárbara, do Avaí-Kindermann, e Letícia, do Corinthians. Ambas, convocadas para a seleção brasileira na última lista da sueca Pia Sundhage, fizeram boas defesas ao longo do confronto.

Na decisão de 2019, o Corinthians acabou com o vice-campeonato, no Parque São Jorge, após empatar dois jogos com a Ferroviária e perder na disputa por pênaltis.

A equipe paulista é considerada a favorita do confronto contra as catarinenses, já que teve a melhor campanha da primeira fase e está em sua quarta final do Nacional nos últimos quatro anos. Ainda busca, porém, o bicampeonato que escapou no ano passado.

Já o Kindermann, clube tradicional da cidade de Caçador (SC) que agora tem parceria com o Avaí, está em sua segunda decisão do Brasileiro e tenta o título inédito. Ficou com o vice em 2014 --também com derrota para a Ferroviária.