Auxiliar valoriza elenco jovem do Santos e diz: 'Vamos colher frutos'

·1 minuto de leitura


O auxiliar Márcio Araújo, que comandou o Santos na derrota desta quarta-feira (26) por 3 a 1 para o Barcelona, no Equador, comentou após o confronto sobre os jovens jogadores do Santos. O revés fez o Peixe ser eliminado na fase de grupos da Copa Libertadores da América.


Segundo o profissional, mesmo com as dificuldades do momento, a equipe vai mostrar uma evolução em breve. Márcio também destacou a pouca idade dos jogadores.

- É um trabalho de reconstrução. O Santos terminou a temporada passada vice-campeão da Libertadores, alguns jogadores saíram. O Santos fez um Campeonato Paulista difícil, talvez o time com a média de idade mais jovem, com 22 anos, então é um trabalho nesse sentido excepcional. Mas o trabalho feito com os jovens, vamos colher frutos no futuro. Kaio, Kaiky, Marcos Leonardo, Lucas Braga... é muita gente jovem. A desclassificação da Libertadores vai preparar pelo que vem a frente. É muito difícil ser desclassificado, mas é um processo de construção.

Já em relação aos mais experientes, Márcio Araújo lembrou das ausências de peças importantes do elenco na partida desta noite, e destacou a falta de Marinho. Ainda sem confiança após a lesão muscular na coxa esquerda, o atacante foi eleito o Rei da América na temporada passada.

- São atletas titulares, experientes, com excelente condicionamento físico. O Marinho foi o melhor jogador do ano passado. Alison fundamental, Jean Mota também. É evidente que fazem falta para o Santos e para qualquer equipe - disse o auxiliar técnico de Fernando Diniz.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos