Auxiliar de Tite, César Sampaio avalia os desafios que a Seleção Brasileira terá no duelo com o Cheile

·1 minuto de leitura


O auxiliar-técnico da Seleção Brasileira, César Sampaio, traçou um panorama sobre o que a equipe pode esperar do Chile nas quartas de final da Copa América. Em entrevista divulgada pela CBF TV, ele contou os desafios aos quais a comissão técnica estão atentas.

- O Chile tem uma imposição técnica como seu forte e conta com remanescentes das conquistas (da Copa América) de 2015 e 2016. Entendemos que o meio é seu forte, com Pulgar, Vidal e Aránguiz. Vargas também é um jogador de boa definição - e elencou como será a rotina canarinha até o duelo:

- Mergulhamos num contexto tático e nos treinos para identificarmos forças e fraquezas nossas e, com estratégia, neutralizarmos ao máximo o que eles podem apresentar - completou.

César Sampaio alertou quais caminhos são mais preocupantes na equipe chilena.

- A maioria das construções passa pelos pés do Vidal. A bola longa também, em alguns momentos ele surge como terceiro construtor e o Aránguiz assume esse papel. Temos nos debruçado sobre essas variações. Esperamos ajustar esse modelo para que tudo corra bem e a gente vá bem nas quartas - disse.

O Brasil encara o Chile na sexta-feira, às 21h, no Nilton Santos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos