Auxiliar de Abel Ferreira pede calma com jovem da base após estreia pelo Palmeiras: 'É um vulcão a acontecer'

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·2 minuto de leitura


Com um a menos desde os 23 minutos da primeira etapa, o Palmeiras empatou em 1 a 1 com o São Bento, nesta quarta-feira (24), em jogo atrasado da terceira rodada do Paulistão 2021, deslocado para o Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-RJ. Após o duelo, João Martins avaliou a estreia de Newton e analisou a maneira como a equipe se portou em campo, destacando que foi preciso se adaptar ao contexto, mas que os jogadores corresponderam bem.

– Existem várias formas de golpear o adversário e depois de estarmos com 10 jogadores fizemos um jogo mais direto, mas porque o jogo exigia. No meio estava difícil porque o adversário tinha superioridade. Tentamos acelerar pelas laterais muitas vezes com passes em variação nas costas dos zagueiros. Não foi estratégico, foi que o jogo estava pedindo e os jogadores desempenharam muito bem essas funções – explicou.

>> ATUAÇÕES: Weverton é expulso e complica o Palmeiras em empate no Rio

Questionado sobre as dificuldades de jogar em meio a tantas indecisões e alterações no calendário, o comandante português disse que, apesar de atrapalhar o dia a dia, não impactou diretamente no jogo. Além disso, também falou sobre a continuação da preparação desse início de temporada, simultaneamente, a essas mudanças de data.

– Não, não interferiu na desempenho da equipe, mas é normal que mexa um pouco no dia a dia. Não sabendo se viaja ou não viaja, espera ou não espera. Mexe um pouco com todos nós. Mas não interferiu no desempenho – garantiu.

O substituto de Abel também comentou sobre a estreia e o potencial do atacante panamenho Newton, de 20 anos, que fez seu primeiro jogo no profissional, entrando no segundo tempo da partida contra o São Bento.

– O Newton é um jogador estrangeiro que chegou agora. É um vulcão a acontecer. Temos que dar um pouco de tempo. Não é fácil chegar, fazer um jogo pelo sub-20 e já estrear pela equipe profissional. É um jogador com muito poderio físico e muita capacidade de chegada aérea, mas temos que dar tempo e calma – afirmou João.

Comandado por João Martins, o Palmeiras dá prosseguimento ao planejamento da temporada, aguardando a chegada de Abel Ferreira e as demais definições da Federação Paulista sobre as próximas rodadas do Paulistão 2021.