Autuori ignora fase de adversário chileno e prevê dificuldades na estreia do Atlético-PR

Daniel Piva
Oito dias depois, Autuori volta atrás e reassume o cargo de diretor no clube (Foto: Marco Oliveira/Site Oficial)

O Atlético-PR estreia nesta terça-feira, na fase de grupos da Taça Libertadores da América, contra o Universidad Católica-CHI, às 21 horas, na Arena da Baixada. Apesar de saber a importância de largar com o pé direito, o técnico Paulo Autuori pede calma e acredita que o confronto contra a equipe de Santiago vai ser bastante complicado.

Nem mesmo a má fase que o adversário vive anima o treinador atleticano. Em 2017, a Universidad Católica-CHI venceu apenas uma partida de cinco disputadas. A equipe esta em penúltimo lugar, na décima quinta posição do torneio local - o time vem de derrota para o rival Colo-Colo por 2 a 0, no último sábado.

- A Católica-CHI nem começou ainda a disputar a Libertadores. É motivo de poder dar a volta nesse mau momento, mudar o rumo das coisas - aponta o comandante atleticano.

Os jogadores atleticanos adotam o mesmo discurso do treinador, e vão preparando os torcedores para mais um duelo emocionante dentro da Arena da Baixada.

- Vamos ter seis decisões nesta fase inicial. A primeira delas será diante da Universidad Católica em casa. Temos que procurar ter tranquilidade para chegarmos ao triunfo - declara o lateral Léo.

Em relação ao time, o técnico Paulo Autuori não confirma a escalação. Sem poder contar com o suspenso Grafite, o treinador deve escolher Felipe Gedoz como substituto. Assim, Pablo deve ser deslocado para ser a referência do time atleticano.

O Furacão deve ir a campo com: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Lucho González, Carlos Alberto, Felipe Gedoz e Nikão; Pablo.







E MAIS: