Autuori imita cão em resposta a garçom que diz que lhe serviu ração

NAPOLEÃO DE ALMEIDA

CURITIBA, PR (UOL/FOLHAPRESS) - O técnico do Atlético-PR, Paulo Autuori, tirou de letra uma brincadeira ofensiva que acabou mal para um garçom do restaurante Alessandro & Frederico, situado em um shopping em Curitiba.

Ao receber o treinador para um jantar, o garçom Reinaldo Brito pediu para ser fotografado ao lado do treinador. A foto foi parar no perfil pessoal do funcionário, que torce para o Coritiba, com a seguinte legenda: "Prazer em atender o técnico dos 'poodles' Paulo Autuori

…

Como o cara tem dinheiro, a ração da janta foi pedigree kkkkk".

Uma vez na web, o estrago foi grande. A torcida atleticana se revoltou contra o estabelecimento, que demitiu o garçom na manhã desta quinta-feira.

"Poodle" é um apelido considerado pejorativo dado aos torcedores do Atlético por conta de uma foto do ex-atacante Pedro Oldoni com dois cachorros desta raça em meados dos anos 2000. A provocação é similar à que é feita em outros estados, como "bâmbi" em São Paulo.

O garçom tentou se retratar nas redes sociais, publicando um pedido de desculpas. "A intenção de minha parte era apenas brincar e descontrair com meus amigos atleticanos. Não tive a intenção de manchar a imagem do técnico, do clube e muito menos dos torcedores do clube. Peço desculpas de sincero coração a todos".

Não adiantou. Através de nota divulgada à imprensa no início desta tarde, o restaurante confirmou a demissão do funcionário por justa causa (relatada logo abaixo).

Na coletiva de imprensa desta sexta-feira, prévia do jogo contra o Cianorte neste sábado na Arena da Baixada, Autuori desculpou o garçom, lamentou a demissão e até latiu, imitando um cachorro.

"A vida está muito chata com as brincadeiras que são feitas. Lamento que o rapaz tenha perdido o emprego por isso. Nem precisava ter me pedido desculpas. A minha reposta seria trazer um potinho com ração aqui e latir", disse para em seguida bradar: "Au! Au! Au! Só que o meu latido não é de poodle. É um pouquinho mais forte", disse, aos risos.

LEIA A NOTA

O restaurante italiano Alessandro & Frederico do Pátio Batel, de Curitiba, repudia totalmente a postura do garçom Reinaldo Brito, que estava em período de treinamento e integrou a equipe da casa por apenas 13 dias.

O restaurante lamenta profundamente o posicionamento antiprofissional do funcionário, fotografado junto ao técnico do clube Atlético Paranaense, Paulo Autuori, assim como seu respectivo comentário desrespeitoso e ofensivo em uma rede social, na noite do último dia 23 de março.

Reinaldo Brito foi demitido por justa causa na manhã desta quinta-feira, dia 24. Como é de praxe, antes de qualquer contratação, a casa se encarrega de levantar a ficha de antecedentes do funcionário, mas não tem como exercer qualquer controle sobre o comportamento que cada indivíduo assumirá dentro do estabelecimento. No caso em questão, o ex-funcionário, um torcedor fanático, se valeu de sua condição parcial e agiu de forma irônica e desrespeitosa – atitude inadmissível e imediatamente corrigida pela casa com seu desligamento.

O restaurante Alessandro & Frederico reforça que esse ato isolado em nada condiz com o posicionamento da casa, que não faz nenhum tipo de distinção e tem por filosofia ser um ponto de encontro seja pela qualidade do seu atendimento como, principalmente, pela gastronomia de qualidade superior.

O restaurante Alessandro & Frederico reforça seu pedido de desculpas ao técnico Paulo Autuori, pelo constrangimento, assim como estende seu pedido de desculpas a toda torcida do clube.