Autor de golaço, Wellington Paulista admite alívio com vitória sobre o Santos: 'Precisávamos muito'

Nathalia Almeida
·1 minuto de leitura

Antes da bola rolar na Arena Castelão, o Fortaleza se via com o 'peso do mundo' sobre suas costas: além do jejum que se arrastava desde novembro - oito partidas consecutivas sem triunfo -, os demais resultados da rodada 31 não ajudaram o Tricolor de Aço, empurrando-o para a zona de rebaixamento. Somente uma vitória diante do Santos, nesta quinta-feira (21), garantiria uma noite tranquila de sono ao Leão. E ela veio.

Se aproveitando do pouco entrosamento da escalação alternativa promovida por Cuca, o Fortaleza fez uma boa partida, contou com mais uma atuação inspirada de seu goleiro Felipe Alves - defendeu cobrança de pênalti de Jean Mota quando o placar ainda estava 0 a 0 -, e saiu de campo vitorioso: 2 a 0, tentos anotados por Juninho (pênalti) e Wellington Paulista, que reencontrou as redes com um verdadeiro golaço de cavadinha.

MAURO PIMENTEL/Getty Images
MAURO PIMENTEL/Getty Images

Em entrevista concedida após a partida, o experiente centroavante admitiu alívio com o triunfo, afirmando que o Fortaleza não merecia estar na posição que está hoje: "Um time bom, um time com qualidade e com o coração igual o nosso não pode estar na situação em que está, até porque já tínhamos feito coisas grandes aqui no Fortaleza e estar brigando lá embaixo é uma coisa muito ruim pra nós e para a instituição também. Estávamos precisando muito dessa vitória", afirmou.

A vitória rendeu três posições na tabela de classificação para o Leão: saiu da 17ª para a 14ª colocação com 35 pontos, empurrando o Vasco da Gama para a zona de rebaixamento. A equipe de Enderson Moreira volta a campo no próximo domingo (24), quando encara o Atlético-GO em Goiânia.