Autor do gol da vitória do São Paulo, Galoppo exalta resultado e fala sobre alto número de estrangeiros no elenco

Galoppo garantiu a primeira vitória do São Paulo no ano (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)


Giuliano Galoppo foi o responsável pelo gol da vitória do São Paulo nesta quinta-feira (19). Após entrar no segundo tempo, marcou o gol que desempatou o placar contra a Ferroviária e trouxe o primeiro resultado positivo do ano.

Galoppo falou sobre ter sido decisivo, mesmo com um jogador a menos em campo. No segundo tempo, quando o argentino entrou, Pablo Maia foi expulso após receber o segundo cartão amarelo.

ATUAÇÕES: David faz “correria” valer a pena, Rato vai bem de novo, e Galoppo é essencial em vitória do São Paulo

Veja tabela do Campeonato Paulista e simule os próximos jogos

- Contente pela vitória, pelo gol, pela atuação do time, porque com um homem a menos não era fácil. O time soube administrar os momentos. Contente por entrar em uma posição que não era a minha, mas o time precisava, e pude fazer da melhor maneira - disse.

Veja como o São Paulo se movimentou no mercado da bola

Citado como um dos destaques da pré-temporada tricolor diversas vezes, Giuliano Galoppo enfrenta o mesmo impasse que os jogadores estrangeiros do São Paulo passam. Por ter oito gringos no elenco, Rogério Ceni sempre tem que cortar três da lista de relacionados, por conta do limite de apenas cinco, estabelecido pelas competições.

Galoppo falou sobre esta questão e disse que segue firme nos trabalhos para conseguir seu espaço, mesmo com esta 'disputa'. Segundo suas palavras, quer dar 'continuidade' ao que está propondo.

- Sabemos que somos oito estrangeiros, muitos bons jogadores, mas sempre trabalho para ajudar o time, ter mais continuidade do que estou tendo, porque me sinto bem, estou treinando bem e confio muito na minha condição. Tento fazer o melhor que posso e pude ajudar o time hoje - completou.

Um dos reforços mais caros do Tricolor paulista da última temporada, Galoppo ainda não conseguiu firmar sua titularidade na equipe. Entretanto, o jogador admitiu estar mais adaptado este ano do que estava em 2022 - quando foi anunciado.

Galoppo também comentou sobre a busca por uma 'revanche' pelas duas finais que o São Paulo perdeu no último ano, no caso, do Paulista e da Copa Sul-Americana.

- Acho que sim [estou mais adaptado], mas acho que também trabalhei ano passado para ter mais minutos, me sentia bem. Espero que esse ano seja melhor, não só para mim, mas para todo o grupo, porque precisamos ter as revanches das duas finais que perdemos - concluiu Giuliano Galoppo.

Em suas redes sociais, Galoppo também comemorou o resultado, dizendo que a vitória foi 'sofrida', mas 'bonita'.

Veja a postagem realizada por Giuliano Galoppo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.