Auditor do STJD arquiva inquérito que investiga denúncia de injúria racial contra Gerson, do Flamengo

LANCE!
·1 minuto de leitura


O auditor Dr. Maurício Neves Fonseca, do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, determinou o arquivamento do inquérito que investiga denúncia de injúria racial contra o meia Gerson, do Flamengo, nesta quinta-feira. O relatório conclusivo foi enviado à Procuradoria do STJD e aos clubes nesta tarde.

Segundo o relator, todas as pessoas ouvidas, dentre elas o árbitro, os assistentes, o delegado da partida e o então técnico do Bahia, Mano Menezes declararam que não ouviram Ramirez dizer ao atleta Gerson a frase: “cala a boca, negro” durante o jogo válido pelo Brasileirão, em 20 de dezembro.

* Mais informações em instantes.