Audiência não tem desfecho, e Scarpa segue vinculado ao Fluminense

Gustavo Scarpa chegou a estrear pelo Palmeiras, mas foi afastado por interferência jurídica (Cesar Greco/Palmeiras)

Gustavo Scarpa acerta seu retorno ao Palmeiras após liberação do Flu

Gustavo Scarpa chegou a estrear pelo Palmeiras, mas foi afastado por interferência jurídica (Cesar Greco/Palmeiras)

A audiência desta segunda-feira entre Gustavo Scarpa e Fluminense terminou sem desfecho. A juíza Dalva Macedo, da 70ª Vara do Trabalho, pediu para que as partes apresentem considerações finais do processo em dez dias úteis, conforme publicou o "Globo Esporte".

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

Até lá, a juíza vetou o pedido do atleta de que seu contrato com o Palmeiras voltasse a valer. Ele, assim, permanece por enquanto vinculado ao Flu, algo esperado, por ainda não haver uma decisão sobre o caso. A previsão é de que o processo termine em até um mês.

Scarpa fechou com o Verdão graças a uma liminar que havia rescindido seu contrato com o Fluminense. Ele alega no processo ter mais de R$ 9 milhões a receber do Tricolor, referentes a salários, férias e 13º atrasados, além parcelas do FGTS, mas o clube carioca conseguiu cassar esta liminar.

Isto fez com que o vínculo de cinco anos com o Palmeiras fosse suspenso, e o contrato com o Fluminense novamente registrado na CBF. O jogador e seus advogados, porém, creem que conseguirão vencer na Justiça, tanto que ele, mesmo sem poder usar a Academia de Futebol, não se reapresentou nas Laranjeiras.

O Verdão acompanha o caso à distância e aguarda o desfecho. Consta no contrato firmado com Scarpa que o Palmeiras está desobrigado a arcar com a multa rescisória em caso de derrota judicial. O jogador aceitou assumir os custos. Por enquanto, também não se pensa na Academia de Futebol em oferecer jogadores para encerrar a ação.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

E MAIS:

Leia também