ATUALIZADA - Zagueiro marca pela 1ª vez, e Corinthians empata com a Ponte

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com um gol do zagueiro Léo Santos, 18, o Corinthians empatou com a Ponte Preta por 1 a 1, neste domingo (12), no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

Com o resultado, a equipe chegou a 19 pontos na liderança do Grupo A -dez a mais do que o São Bernardo, terceiro colocado na chave. Com 11 pontos, o Botafogo aparece na segunda posição. Assim, o time dirigido por Fábio Carille já pode conseguir a classificação antecipada para as quartas de final na próxima rodada em caso de vitória sobre a Ferroviária, em jogo marcado para o dia 19, em Araraquara. Os dois primeiros colocados de cada grupo se classificam.

Antes, na quinta-feira (16), o Corinthians enfrenta o Luverdense, no Itaquerão, pela partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Como venceu o primeiro jogo por 2 a 0, a equipe pode perder por até um gol de diferença.

Já a Ponte Preta aparece na liderança do Grupo D, com 15 pontos -dois a mais do que o Mirassol, vice-líder, que enfrenta o Ituano nesta segunda-feira. Com 10 pontos, o Santos está na terceira colocação -pega o São Bernardo ainda neste domingo.

No duelo contra a Ponte Preta, o técnico Fábio Carille poupou três jogadores: o lateral Fagner, o zagueiro Pablo e o atacante Romero. Ele também não contou com o volante Gabriel, suspenso. Léo Príncipe, Pedro Henrique, Léo Jabá e Paulo Roberto foram os substitutos. Mesmo com as alterações, a equipe manteve a formação 4-2-3-1, que vinha utilizando nos jogos anteriores.

Apesar de manter o esquema, a equipe não conseguiu reeditar a mesma atuação da vitória sobre o Luverdense, na última quarta-feira, pela Copa do Brasil. Com isso, a Ponte Preta foi mais efetiva na etapa inicial e abriu o placar com um gol de Lucca, que está emprestado pelo Corinthians ao time de Campinas. Ele marcou em uma cobrança de falta após a barreira abrir e o goleiro Cássio falhar.

No segundo tempo, Carille colocou Kazin no lugar de Léo Jabá e alterou a formação tática da equipe para o 4-4-2. A equipe conseguiu chegar ao empate aos 31 minutos, quando o zagueiro Léo Santos, que substituiu Balbuena, machucado, ficou com a sobra e bateu de esquerda no canto de Aranha.

Os dois times ainda procuraram a vitória, mas o jogo terminou empatado.