ATUALIZADA - Procurador denuncia Fagner e quer julgamento antes de finais do Paulista

ATUALIZADA - Procurador denuncia Fagner e quer julgamento antes de finais do Paulista

DASSLER MARQUES

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A Procuradoria do TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) trabalhará para que Fagner e Cueva possam ser julgados antes da conclusão do Campeonato Paulista.

Wilson Marqueti Júnior, procurador geral do TJD, confirmou ao UOL Esporte que Fagner será denunciado, assim como o jogador são-paulino, e negou que o feriado da próxima segunda-feira (1º), dia em que normalmente ocorrem os julgamentos, possa ser impeditivo. Marqueti irá solicitar que o julgamento seja realizado em outro dia, como por exemplo na terça [2 de maio].

A data do julgamento é crucial pela possibilidade de retirar o lateral Fagner nas finais diante da Ponte Preta, no próximo domingo (30 de abril) e no seguinte (6 de maio). Caso o corintiano seja enquadrado no artigo 'atitude antidesportiva', a punição prevista é de um a seis jogos. Já para agressão, a pena mínima é de quatro jogos.

O presidente do TJD, Antonio Olim, caso entenda correto, poderá conceder efeito suspensivo no julgamento em primeira instância, o que adiaria uma suspensão. Mais cedo, Olim havia declarado à reportagem que Fagner dificilmente seria julgado antes das finais.