ATUALIZADA - Já classificado, mistão do Palmeiras empata em casa com o Audax

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com time misto, o Palmeiras empatou em 2 a 2 com o Audax neste sábado (25), no Allianz Parque. O técnico Eduardo Baptista poupou Fernando Prass, Felipe Melo e Edu Dracena.

Além deles, houve outros quatro desfalques. Dudu está com a seleção brasileira. Mina e Borja com a Colômbia. Guerra foi chamado pela equipe venezuelana. Os jogadores disputam as eliminatórias para a Copa do Mundo.

Já preocupado com as quartas de final do Paulista (o Palmeiras está classificado), dois atletas que estavam pendurados receberam o terceiro cartão amarelo e estarão suspensos contra a Ponte Preta, na última rodada da primeira fase. Mas com isso, entrarão no mata-mata "zerados": Tchê Tchê e Thiago Santos.

Com o resultado, o Palmeiras chegou aos 25 pontos e mantém a liderança folgada do Grupo C. Se vencesse, asseguraria a melhor campanha geral do torneio, o que não acontece desde 2009. Ainda poderá obter isso em Campinas na próxima semana. O Audax, com nove pontos, é lanterna do Grupo D e enfrenta o Santo André na última rodada lutando contra o rebaixamento.

Precisando mais do resultado do que o adversário, a equipe de Osasco abandonou a estratégia de esperar o rival e sair nos contra-ataques. Pelo menos no primeiro tempo. Tentou chutes de média distância e criou oportunidades. Aos 14 minutos, Matheus Vargas conseguiu chegar na bola primeiro que Jaílson, mas tocou mal e não acertou o gol. Rafinha também esteve de frente para o goleiro aos 29 e chutou para fora.

Eduardo Baptista adiantou a marcação para tentar recuperar mais a bola. O Audax continuava melhor, mas foi a equipe da casa que abriu o placar antes do intervalo. Aos 46, Roger Guedes aproveitou rebote de chute de Michel Bastos para mandar para o gol.

O Palmeiras voltou melhor do intervalo, controlando o jogo e criando chances. Poderia ter ampliado. Alecsandro e Vitor Hugo perderam oportunidades na mesma jogada.

Quando se esperava o segundo gol palmeirense, o Audax empatou. Betinho recebeu a bola livre na área e aproveitou a falha da marcação para chutar forte.

O Palmeiras partiu para frente. Willian arrematou no travessão aos 23. Quatro minutos depois, precisou de duas finalizações para marcar o segundo gol, o que parecia dar a vitória da equipe que tinha o domínio em campo. O time continuou pressionando e deu espaço para o Audax fazer o que mais gosta, contra-atacar. Um deles começou após cobrança de escanteio do Palmeiras. Léo Artur ganhou de Zé Roberto na velocidade e encobriu Jaílson aos 35 para deixar o placar em 2 a 2.

Acreditando na possibilidade da virada, os jogadores do Audax reclamaram do árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, que acabou a partida quando a equipe tinha uma falta para cobrar. Fernando Diniz se juntou aos atletas na queixa e foi expulso.

Em recuperação de fratura no pé, Gabriel Jesus, revelado pelo Palmeiras e comprado pelo Manchester City (ING) foi ao Allianz ver a partida.

PALMEIRAS: Jailson; Fabiano, Antônio Carlos, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos; Róger Guedes, Tchê Tchê, Michel Bastos (Vitinho) e Keno (Erik); Alecsandro (Willian).

T.: Eduardo Baptista.

AUDAX-SP: Felipe Alves; Felipe Rodrigues (Betinho), André Castro e Magal; Matheus Vargas, Matheuzinho, Bruno Guimarães, Léo Artur; Ytalo, Marcus Vinícius (Marquinhos) e Rafinha (Léo Cereja).

T.: Fernando Diniz.

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Luiz Alberto Andrini Nogueira

Público/Renda: 27.386/R$ 1.561.992,32

Cartões Amarelos: Róger Guedes, Thiago Santos, Antônio Carlos e Tchê Tchê (Palmeiras); Matheuzinho e Felipe Alves (Audax)

Gols: Roger Guedes (PAL), aos 46 do primeiro tempo; Betinho Custodio (AUX), aos 21 do segundo tempo; Willian (PAL), aos 27 do segundo tempo; Léo Arthur(AUX), aos 35 do segundo tempo