ATUALIZADA - Desembargador aposentado vai comandar Comissão de Ética

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O desembargador aposentado Carlos Renato Ferreira será o presidente da Comissão de Ética da CBF. Um dos primeiros desafios dele é definir o futuro do deputado federal Vicente Cândido (PT-SP) na entidade.

O parlamentar, que é diretor de Assuntos Internacionais da CBF, teve um inquérito aberto no STF (Superior Tribunal Federal) a pedido do ministro Edson Fachin.

Três delatores da Odebrecht afirmaram à Operação Lava Jato que pagaram R$ 50 mil de propinas ao deputado para obter apoio em financiamento da obra do estádio do Corinthians.

Cândido era sócio do presidente da CBF, Marco Polo del Nero, e foi nomeado pelo cartola para ocupar a diretoria.

A Comissão de Ética da CBF foi criada no mês passado e seus integrantes vão ocupar os cargos neste mês.