Atual vice-campeã mundial, Croácia terá caminho espinhoso e 'ausências significativas' para repetir o feito


Depois de surpreender o mundo há quatro anos, a Croácia chega ao Qatar como atual vice-campeã mundial e com desafios ainda mais complicados para tentar repetir o feito. Com 'ausências significativas' e novidades na defesa, a equipe terá um grupo mais equilibrado e, de forma quase inevitável, terá uma pedreira logo nas oitavas.

Mudanças no elenco e indefinição na frente

Na convocação para este Mundial, o meio de campo continua a ser o setor mais forte do time. Um dos principais nomes da campanha em 2018 Rakitic se aposentou da seleção e será uma baixa importante no time de Zlatko Dalić. Mas dará lugar a um atleta que se destacou na temporada com a camisa da Inter de Milão: Brozovic.

Responsável pela transição ofensiva com um passe apurado na saída de bola, o volante dá qualidade e tranquilidade ao setor. Mais à frente, Kovacic e Modric têm qualidade técnica para oferecer soluções diferentes, seja no passe, ou na condução de bola para municiar o ataque. Melhor do mundo em 2018, o meia do Real Madrid está mais envelhecido, mas tem tido um ano de destaque.

+ Confira e simule a tabela da Copa do Mundo

Outro setor que tem mudanças é o defensivo. Por ali, a juventude começa a ganhar espaço com Gvardiol, que deve ser um dos pilares e pode atuar ao lado de outra joia, Sutalo. Por outro lado, a experiência está presente no grupo com Lovren e Vida, que serão opções com mais rodagem de Copa do Mundo.

Nas laterais, Juranovic e Sosa serão as novidades nos lugares de Vrsaljko e Strinić. Além disso, no setor ofensivo a principal dúvida fica por conta de quem será o substituto de Mario Mandžukić como centroavante. As vagas de Perisic e Pasalic parecem certas, porém falta um homem de frente, e no amistoso contra a Arábia, Kramaric saiu na frente de Bruno Petkovic.

Grupo mais equilibrado e 'pedreira' no mata-mata

Em 2018, a Croácia surpreendeu o mundo ao derrotar a Argentina por 3 a 0 e terminar a primeira fase com 100% de aproveitamento contra Nigéria e Islândia. Quatro anos depois, a tarefa será superar um grupo mais equilibrado contra a poderosa Bélgica, o competitivo Marrocos, e o organizado Canadá.

+ Rival da Argentina, Arábia Saudita é derrotada para Croácia em amistoso antes da Copa do Mundo


Após avançar, os croatas superaram Dinamarca e a anfitriã Rússia, ambas nos pênaltis. No momento decisivo do mata-mata, viu seu centroavante, Mandžukić ser decisivo e marcar, na semifinal, contra a Inglaterra, na prorrogação. Mas sucumbiu diante do estrelado elenco da França na final.

Convocação da Croácia
Convocação da Croácia

Convocação da Croácia para a Copa do Mundo (Twitter/@HNS_CFF)

Nesta edição, o sorteio não foi tão favorável à Croácia. Tudo indica que será inevitável pegar uma pedreira (campeã do mundo) já nas oitavas. Espanha e Alemanha estão no Grupo E, e o time de Modric e cia não terá muitas opções. Depois de ter pego a Argentina, em 2018, a equipe só foi enfrentar outra adversária do seleto grupo de campeãs nas semis.

+ Vida é o décimo jogador a completar 100 jogos com a camisa da Croácia

Com isso, caso passe em segundo, pode encarar o Brasil nas quartas e Argentina ou Holanda na semifinal. Se terminar em primeiro no grupo F, pode encarar nas quartas Uruguai, Portugal ou até o Brasil, e reencontrar França ou Inglaterra nas semifinais. Novamente duelos bem mais complicados que os de 2018, apesar de só ter avançado nas penalidades máximas.

Competições do ciclo pré-copa

Nas Eliminatórias, a Croácia liderou seu grupo em disputa intensa com a Rússia. No fim, venceu o confronto direto por 1 a 0 e ficou com um ponto a mais (23 x 22). A campanha na Eurocopa foi aquém do esperado, visto que ficou em segundo no grupo ao perder para a Inglaterra e empatar com a República Tcheca.

Nas oitavas de finais, perdeu o duelo decisivo para a Espanha por 5 a 3, na prorrogação. Ao longo do ciclo, os melhores momentos foram na Nations League, quando liderou um grupo contra a Dinamarca e segue viva na competição.

Veja a lista de convocados da Croácia para a Copa 2022

GOLEIROS:
Livakovic (Dínamo Zagreb), Ivusic (Osijek) e Grbic (Atlético de Madrid);
DEFENSORES: Vida (AEK-GRE), Lovren (Zenit), Barisic (Rangers), Juranovic (Celtic), Gvardiol (RB Leipzig), Sosa (Stuttgart), Stanisic (Bayern de Munique), Erlic (Sassuolo) e Sutalo (Dínamo Zagreb);
MEIO-CAMPISTAS: Modric (Real Madrid), Kovacic (Chelsea), Brozovic (Inter de Milão), Pasalic (Atalanta), Vlasic (Torino), Majer (Rennes), Jakic (Eintracht Frankfurt) e Sucic (RB Salzburg);
ATACANTES: Perisic (Tottenham), Kramaric (Hoffenheim), Bruno Petkovic (Dínamo Zagreb), Orsic (Dínamo Zagreb), Budimir (Osasuna) e Livaja (Hajduk).