ATUAÇÕES: Wellington Silva e Guerrero são os nomes do Fla-Flu

Felipe David

Fluminense e Flamengo ficaram no empate em 3 a 3 neste domingo, na decisão da Taça Guanabara, e o Tricolor derrotou o Rubro-Negro na disputa por pênaltis. Pelo lado vencedor, Wellington Silva, Júlio César e Lucas foram os destaques. Guerrero foi o melhor do Fla. Confira as avaliações abaixo.

FLUMINENSE
7,0
Júlio César
Falhou no primeiro gol do Fla ao errar tempo de bola. Porém, se redimiu e fez defesas importantíssimas, inclusive no pênalti batido por Réver.

7,0
Lucas
Fez um belo gol, o da virada por 3 a 2. Apoiou com intensidade. Deixou, porém, alguns espaços pelo lado direito do setor defensivo.

6,5
Renato Chaves
Errou muito no primeiro tempo. Cometeu falta em Guerrero na quina da grande área em lance que gerou perigo. Melhorou na etapa final.

6,0
Henrique
Em um primeiro tempo marcado pela força dos ataques, zagueiro sofreu para marcar Guerrero. Nos pênaltis, teve sangue frio e converteu.

6,0
Léo
Falhou no cruzamento do segundo gol do Flamengo. Primeiro tempo bem fraco. Mas recuperou-se na etapa final e sai com saldo positivo.

6,5
Pierre
O legítimo 'cão de guarda'. Com muita disposição em campo, conseguiu neutralizar Diego, uma das principais armas do adversário.

6,0
Orejuela
Parece que a falha contra o Sinop pela Copa do Brasil abateu o volante. Foi dominado pelas avançadas do ataque rubro-negro.

6,5
Sornoza
Discreto no início, equatoriano levou uma das mãos à virilha direita no fim do primeiro tempo. Cresceu de produção na etapa final.

5,5
Richarlison
Movimentou-se pelos lados do campo, mas sem objetivo. Muita correria e pouca produtividade. Acabou substituído no segundo tempo.

6,5
Henrique Dourado
O Ceifador estava na expectativa de fazer uma bela final. Mostrou raça, disposição e balançou as redes de pênalti. Poderia ter feito mais.

7,5
Wellington Silva
Puxou contra-ataque veloz, arrancando da defesa. Soube esperar a hora de decidir no momento do gol. Um dos melhores da partida.

6,0
Marcos Junior
Entrou no segundo tempo e deu valocidade ao time, que já não tinha Wellington e nem Richarlison. Deixou o dele na disputa de pênaltis.

4,5
Marquinhos Calazans
Também entrou na etapa final para dar gás ao time e fez alguns cruzamentos na área, que não resultaram em perigo para o rival.

5,5
Marquinho
Técnico, entrou para dar compactação ao setor do meio de campo que conduz ao ataque. Deixou a sua marca na disputa de penalidades.

6,5
Abel Braga
Teve mérito ao realizar as substituições a fim de brecar o ímpeto adversário. Só não contava com a falta que originou o gol de Guerrero.

FLAMENGO
6,5
Alex Muralha
Viu de perto o sistema defensivo de seu time completamente escancarado no primeiro tempo. Não teve culpa nos gols sofridos.

7,0
Pará
Destaque rubro-negro ao lado de Paolo Guerrero. Muito eficiente no apoio, mas não conseguiu brecar o ímpeto do ataque tricolor.

6,0
Réver
Bateu cabeça ao lado de Rafael Vaz. Aliás, definitivamente a zaga não esteve em seus melhores dias. Um pouco melhor do que o companheiro.

5,5
Rafael Vaz
Teve participação no lance que culminou com o gol de Willian Arão. Mas sua atuação deixou a desejar. Para piorar, desperdiçou pênalti.

4,0
Trauco
A pior atuação do lateral peruano com a camisa do Flamengo. Fraquíssimo na marcação, deixou verdadeira avenida pela esquerda.

5,5
Romulo
Outro que deixou a desejar. Ficou passivo diante de um ótimo toque de bola dos jogadores do Flu. Tentou, sem sucesso, parar as jogadas.

6,5
Willian Arão
Estava no lugar certo no momento em que Rafael Vaz desviou para a área. Acabou substituído para alterar esquema de Zé Ricardo.

6,5
Diego
Muito apagado durante todo o primeiro tempo. Na volta do intervalo, apareceu mais em campo e deu algum trabalho à defesa tricolor.

6,0
Mancuello
Caiu pouco pelas laterais. Talvez uma alternativa para fugir da forte marcação do meio de campo adversário. Poderia ter feito mais.

6,5
Everton
Mostrou preciosismo ao aproveitar rebote de Júlio César e escorar para o gol. Mostrou disposição como de costume, mas acabou cansando.

7,0
Guerrero
O grande personagem pelo lado rubro-negro. Marcou um golaço de falta no fim do jogo. Deu muito trabalho ao goleiro Júlio César. Grande atuação.

4,5
Gabriel
Entrou no segundo tempo e não conseguiu ser efetivo nas vezes em que esteve com a posse de bola. Foi muito vaiado pelos torcedores.

5,5
Berrío
Entrou com a velocidade de costume. No entanto, desperdiçou oportunidade de frente para Júlio César. Poderia ter mudado o rumo.

4,5
Felipe Vizeu
Na única chance que teve, recebeu cruzamento de Pará e cabeceou sem perigo para o goleiro Júlio César.

6,5
Zé Ricardo
Fez o que pôde para equilibrar os setores defensivo e ofensivo da equipe. No fim, acabou premiado com o empate rubro-negro.

























































































































E MAIS: