ATUAÇÕES: Protagonista nos dois gols, Kazim é o melhor do Timão

William Correia
LANCE!

O atacante inglês Kazim foi o melhor do Corinthians na derrota para o Rangers, neste sábado, na despedida do time da Florida Cup. Ele fez a jogada para o gol de Jadson e marcou o segundo, ainda no primeiro tempo, período em que Carille escalou os titulares. Confira as notas dos corintianos e comentário sobre o rival escocês:

Cássio
7,0

Fez boas defesas quando exigido, apesar de ter levado um gol

Fagner
7,0

Melhor do time na segunda metade do primeiro tempo tem relação direta com sua participação maior no ataque.



Balbuena
6,5

Firme, como mostrou na temporada passada, afastando as investidas escocesas.

Pedro Henrique
5,5

Bem pelo alto, mas custou a encaixar a marcação com Guilherme Romão pela esquerda.

Guilherme Romão
5,0

Acertou o travessão em belo chute, mas sofreu demais na metade inicial do primeiro tempo para segurar o Rangers do seu lado.

Gabriel
5,5

Não manteve o nível de marcação no ano passado, perdendo algumas perseguições.

Romero
6,0

Buscou a bola e melhorou um pouco nos minutos finais de sua atuação, mas esteve pouco inspirado.












Jadson
7,0

Ao longo do primeiro tempo, foi ficando à vontade em campo, organizando o ataque e dando assistência para Rodriguinho.

Rodriguinho
6,5

Cresceu de produção junto com o time e abriu o placar em jogada trabalhada.

Clayson
6,5

Cresceu muito de produção quando o time começou a frequentar mais o setor ofensivo no primeiro tempo.

Kazim
7,5

Fez o pivô para Jadson no lance do primeiro gol e marcou o segundo, em contra-ataque. Mais do que o suficiente para serem ignorados seus erros técnicos.

Mantuan
6,0

Dificultou o avanço do Rangers pelo seu lado.












Warian
4,0

Desentrosado e estabanado dentro de campo.

Léo Santos
4,5

Sofreu com o desentrosamento e a presença escocesa na área.

Maycon
4,0

O Rangers construiu jogadas de perigo e gols em cima do jogador, atuando na lateral esquerda.

Camacho
4,5

Mais uma vítima do desentrosamento e do ânimo maior dos escoceses depois do intervalo.

Renê Júnior
5,0

Em um time desentrosado, pouco pôde mostrar em campo.

Marquinhos Gabriel
5,0

Quando apareceu com perigo na frente, isolou um chute.















Pedrinho
5,5

Movimentou-se como pôde para ajudar a equipe a ir à frente.

Lucca
5,0

Tentou ajudar se mexendo o tempo todo.

Júnior Dutra
5,0

Começou com movimentação, mas foi caindo de rendimento.

Caíque França
4,5

Vítima do desentrosamento da defesa, levou três gols em menos de meia hora em campo.

Carlinhos
5,0

Em cerca de 15 minutos dentro de campo, mostrou vontade, mas pouco além disso.












RANGERS
Morelos entrou no segundo tempo e decidiu a partida, fazendo dois gols e dando passe para outro. Halliday, outro que entrou no intervalo, também deu trabalho, e Tavernier, que jogou quase a partida inteira, sempre foi uma boa opção pela direita. No primeiro tempo, destaque para a armação de Kranjcar e a movimentação de Windass.

E MAIS:

Leia também