ATUAÇÕES: Nenê se salva no empate do Vasco contra o Vitória em casa

Hugo Mirandela

O Vasco recebeu o Vitória nesta quinta-feira na ida da terceira fase da Copa do Brasil, e ficou apenas no empate em 1 a 1 em São Januário, mesmo atuando com um a mais durante mais da metade da partida. Pelo Cruz-Maltino, Nenê, autor do gol de pênalti, foi o melhor, enquanto Patric se destacou pelo Rubro-Negro. Confira abaixo as avaliações.

6,5
Martin Silva
Passou a confiança habitual durante a partida. Foi bem sempre que exigido e se mostrou ligado em algumas jogadas que saiu bem do gol.

6,0
Gilberto
As melhores jogadas saíram pelo seu lado. Foi muito bem no apoio. Acertou uma bola na trave de cabeça quando apareceu como surpresa na área.

5,0
Rodrigo
Errou alguns botes que se não fosse a cobertura iam criar perigo. Se apresentou para bater duas faltas, mas jogou longe do gol.

5,5
Rafael Marques
Foi um pouco melhor do que seu companheiro de zaga. No entanto, acabou saindo machucado na segunda etapa.

5,5
Henrique
Tem que melhorar na marcação, deixou muito espaços nas suas costas. No entanto, procurou apoiar bastante o ataque.

6,5
Jean
Muita entrega dentro de campo. Demonstrou muita raça na marcação, protegendo bem a zaga. Saiu com o nome gritado pela torcida no fim.

6,5
Douglas
Um dos melhores em campo. Marcou, apareceu em diversos pontos do campo e tentou organizar o time. Ainda arriscou chutes de fora da área.

5,5
Escudero
Atuação discreta do meia argentino. Lento, caiu pela ponta esquerda. No entanto, criou pouco para o time e acabou saindo no segundo tempo.

7,5
Nenê
Voltando de lesão, salvou o Vasco da derrota batendo pênalti com categoria. Deixou Thalles duas vezes em condições de marcar, mas ele perdeu.

6,5
Kelvin
Teve um boa atuação também. Rápido e habilidoso, deu trabalho para a zaga do Vitória, que apelou com faltas e acabou a expulsão de Euller no primeiro tempo.

5,5
Thalles
Muita briga entre os zagueiros no primeiro tempo. No entanto, perdeu duas boas chances, uma delas isolando a bola livre dentro da área.

6,0
Jomar
Entrou seguro na segunda etapa. Fez dois cortes providenciais em ataques do Vitória. Mostrou tranquilidade na saída de bola.

4,0
Manga Escobar
Péssima estreia do atacante colombiano pelo Vasco. Cometeu um pênalti infantil ao cair e colocar a mão na bola dentro da área

5,5
Muriqui
Entrou já perto do fim da partida. Ainda tentou alguma coisa, driblando e procurando achar espaços na zaga do Vitória. Mas teve pouco tempo.

4,5
Cristovão Borges
Foi covarde e não soube aproveitar o Vitória com um a menos desde o fim do primeiro tempo. Foi muito xingado e vaiado pela torcida

VITÓRIA
6,5
Fernando Miguel
Foi seguro e não comprometeu quando exigido.

7,5
Patric
Bem pela direita e ótima cobrança de pênalti para abrir o placar.

6,0
Alan Costa
Não comprometeu na partida e fez bons desarmes.

6,0
Kanu
Abusou um pouco das faltas, mas não comprometeu na defesa

4,5
Euller
Tomou dois amarelos ainda no primeiro tempo e comprometeu o time

6,0
Willian Farias
Se limitou a fazer seu papel na marcação.

6,5
José Welison
Marcou bem e ainda deu um belo lançamento.

5,0
Gabriel Xavier
Criou pouco e ainda perdeu boa chance na frente.

5,0
Cleiton Xavier
Apagado durante todo o jogo. Acabou substituído.

5,5
Paulinho
Boa opção de velocidade. Acabou saindo para acertar o time.

6,5
Kieza
Lutou muito com os zagueiros e procurou segurar bola no ataque.

5,0
Geferson
Entrou e só fez faltas. Poderia até ser expulso também.

4,0
David
Fez um pênalti infantil em Nenê já perto do fim da partida.

-
Ramires
Entrou já perto do fim da partida e pouco fez em campo

6,0
Argel Fucks
Seu time entrou recuado, mas soube jogar com um a menos
























































































































E MAIS:

Leia também