Juventus bate lanterna, vê Roma tropeçar e fica mais perto do título italiano

Roma, 15 abr (EFE).- A Juventus, embora tenha atuado com time misto, deu mais um grande passo para conquistar o sexto título consecutivo do Campeonato Italiano neste sábado, ao vencer o Pescara, fora de casa, por 2 a 0, em dia de tropeço da Roma, que empatou com a Atalanta em 1 a 1.

No estádio Adriatico-Giovanni Cornacchia, o grande nome do jogo foi o atacante argentino Gonzalo Higuaín, que balançou as redes duas vezes. O camisa 9 abriu o placar aos 22 minutos do primeiro tempo, e ampliou pouco antes da ida para o intervalo, aos 43.

Se um goleador da 'Albiceleste' brilhou, uma promessa da seleção vice-campeã do mundo virou preocupação. O atacante Paulo Dybala deixou o jogo aos 9 minutos da etapa complementar, com entorse no tornozelo direito, quatro dias antes do duelo com o Barcelona, pela volta das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa.

Os dois argentinos, além do croata Mario Mandzukic, e do bósnio Miralem Pjanic e do colombiano Juan Cuadrado, ambos meias, foram os titulares da Juve na vitória sobre o lanterna. Entre os reservas que ganharam chance, esteve o goleiro Neto, que substituiu Gianluigi Buffon.

Com o resultado positivo, a equipe de Turim chegou aos 80 pontos no topo da tabela de classificação. Faltando seis rodadas para o fim da temporada, a vantagem para a Roma agora é de oito pontos, devido o tropeço da equipe da capital na Atalanta, em jogo que terminou 1 a 1.

O time de Bérgamo surpreendeu, em pleno Estadio Olímpico, abrindo o placar aos 22 do primeiro tempo, com o meia esloveno Jasmin Kurtic. A igualdade só veio na etapa complementar, aos 5 minutos, quando o atacante bósnio Edin Dzeko marcou. EFE