ATP vai investigar alegações de abuso de Zverev contra ex-namorada

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Alexander Zverev durante partida do Aberto dos EUA de tênis
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - A Associação de Tenistas Profissionais (ATP) iniciou uma investigação interna sobre alegações de abuso doméstico do tenista alemão Alexander Zverev feitas por sua ex-namorada Olga Sharypova, informou a entidade em um comunicado nesta segunda-feira.

Em uma entrevista de 25 de agosto à revista digital Slate, a ex-tenista Sharypova disse que Zverev a abusou emocional e fisicamente durante o relacionamento entre ambos.

O número quatro do mundo e medalhista olímpico negou várias vezes as alegações, e não foi alvo de nenhuma acusação.

"Sempre apoiei totalmente a criação de uma política da ATP contra abuso doméstico", disse Zverev em um comunicado nesta segunda-feira.

"Além disso, aplaudo a investigação da ATP sobre a questão e venho pedindo à ATP que inicie uma investigação independente há meses."

Zverev, de 24 anos, negou "categórica e inequivocamente" ter abusado de Sharypova, e no dia 27 de agosto disse que seus advogados iniciaram um processo contra a autora das alegações.

A Slate emitiu um comunicado dizendo que mantém sua "reportagem justa e minuciosa".

A ATP disse que uma investigação interna a respeito das alegações sobre Zverev no Masters 1000 de Xangai de 2019 está "em andamento atualmente".

"As alegações feitas contra Alexander Zverev são graves e temos a responsabilidade de tratar delas", disse o executivo-chefe da ATP, Massimo Calvelli, em um comunicado.

(Por Sudipto Ganguly em Berhampore, Índia)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos