Atos xenofóbicos são denunciados por funcionário do Bahia em jogo da Copa do Brasil

Comemoração do Bahia após avançar na Copa do Brasil (Reprodução/Twitter)


Em postagem feita pelo assessor de imprensa do Bahia, Bruno Queiroz, atos xenofóbicos praticados por torcedores do Azuriz no confronto da última quarta-feira (11), pela Copa do Brasil, foram relatados pelo profissional do Esquadrão.

>Não deixe de conferir o aplicativo de resultados do LANCE!

Além da informação em si, Bruno fez questão de reforçar o orgulho de suas raízes bem como do caráter de representatividade histórica da equipe que, nos pênaltis, seguiu adiante na competição nacional:

- "Baiano, não anda rápido que vc só consegue andar devagar", "Vai macumbeiro!", "Volta pra sua rede pra dormir", "Volta pra Bahia, terra de índio". A resposta tá na foto! Muito orgulho do clube que representa as nossas raízes e nossa cultura.

Em entrevista dada ao podcast "Segue o BAba", o meio-campista Daniel reforçou a denúncia feita pelo assessor de imprensa e fez o adendo de que, além de causarem profundo desagrado, atitudes deste tipo servem como um combustível adicional para a busca por resultados positivos:

- É complicado falar, desagradável demais. Não sou baiano, mas quando vai aquecer, a gente escuta aquelas frases: "O jogo é tarde, vocês vão conseguir jogar?", "Baiano só dorme". Essas coisas só dão mais motivação para ganhar e calar a bola dessas pessoas. Muitos não falam só para provocar. Falam para diminuir e cutucar de uma forma pejorativa, te colocar para baixo, como se ela fosse superior a você. A gente sabe que não tem nada a ver onde a pessoa mora, a cor dela. A gente fica feliz de, quando acontece coisas como essa na partida, sair vitorioso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos