Atletismo: americano é bicampeão e brasileiro fica em quarto no lançamento de peso

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
O brasileiro Darlan Romani durante a final do lançamento de peso nos Jogos de Tóquio
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O americano Ryan Crouser conquistou sua segunda medalha de ouro no arremesso de peso, com direito a recorde olímpico, nesta quinta-feira, nos Jogos de Tóquio, prova na qual o brasileiro Darlan Romani ficou na quarta posição da final.

Dono do recorde mundial, com 23,53 metros, o americano superou o próprio recorde olímpico de 22,52m, que lhe deu o ouro na Rio-2016, e fez a segunda melhor marca da história do esporte com 23,30m.

Já a medalha de prata foi para o também americano Joe Kovacs, com 22,65m, e o bronze ficou com neozelandês Tomas Walsh, com 22,47m, repetindo assim, e na mesma ordem, o pódio dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Darlan Romani ficou na quarta posição da final, com 21,88m, voltando a ficar muito próximo do pódio, de pois do quinto lugar nos Jogos Rio-2016 e do quarto lugar no Mundial de 2019.

"Mais uma vez eu fico perto, no quarto lugar. O sonho era ficar em terceiro ou mais acima, o que posso dizer?", afirmou o brasileiro.

"Vou continuar treinando para chegar ao pódio na próxima oportunidade", completou.

rg/dr/psr/lca/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos