Atlético Nacional chega ao topo do ranking da IFFHS, algo que nenhum clube brasileiro conseguiu

Fernando Graziani
Time colombiano foi apontado pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS) como o melhor time de 2016. Foto: AP

O Atlético Nacional conseguiu algo impensável para qualquer outra equipe brasileira, de América do Sul ou de fora da Europa. Foi apontado pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS) como o melhor time do ano de 2016 no planeta. É a primeira vez que um clube de fora da Europa consegue o reconhecimento.

A conquista espetacular da Libertadores da América e ter chegado até a final da Copa Sulamericana – concedeu o título para a Chapecoense após o acidente de avião com o clube brasileiro em novembro passado – foram fundamentais, além dos títulos da Copa e da Superliga da Colômbia.

Até agora, apenas Barcelona, Real Madrid e Bayern de Munique tinham terminado temporadas como os melhores times do mundo de acordo com a Federação em questão. O atual clube de Neymar em 2011, 2012 e 2015; o Bayern em 2013, enquanto o Real, de Cristiano Ronaldo, liderou em 2014.

Entre os 100 primeiros do ranking, aparecem sete equipes brasileiras. Atlético-MG (13), Grêmio (34), São Paulo (36), Corinthians (44), Palmeiras (45), Chapecoense (94) e Flamengo (94).