Atletas do softbol do México jogam uniforme no lixo e revoltam pugilista: 'Representa anos de esforços'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Atletas do softbol do México jogam uniforme no lixo e revoltam pugilista: 'Representa anos de esforços'
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Na tarde desta quinta-feira, a pugilista Brianda Tamara, do México, publicou uma foto nas redes sociais com uniformes da delegação olímpica colocadas no lixo da Vila Olímpica. De acordo com ela, as vestimentas pertencem às atletas do softbol, que já cumpriram agenda nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Brianda não gostou da atitude e destacou que os uniformes representam anos de esforços, lágrimas e sacrifícios,

> Saiba o time do coração de atletas brasileiros dos Jogos Olímpicos de Tóquio

- Este uniforme representa anos de esforços, sacrifícios e lágrimas. Todos os atletas mexicanos almejam usá-lo dignamente e hoje, infelizmente, a seleção de softbol deixou tudo no lixo das vilas olímpicas - escreveu Brianda.

O time mexicano de softbol terminou os Jogos Olímpicos na quarta colocação, depois de perder a disputa do bronze para o Canadá por 3 a 2. No jogo, o México conseguiu sete rebatidas, teve um erro e deixou oito corredoras em base. Já as canadenses tiveram seis rebatidas, nenhum erro e deixaram cinco corredoras em base.

Na final, o Japão venceu os Estados Unidos por 2 a 0. As japonesas conseguiram oito rebatidas, não tiveram nenhum erro e ainda deixaram nove corredoras em base. Por outro lado, as americanas tiveram apenas três rebatidas e deixaram três corredoras em base.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos