Atletas brasileiros são destaques na elite da corrida de São Silvestre

Ederson Pereira é uma das atrações brasileira na São Silvestre (Foto: Wagner Carmo/CBAt)
Ederson Pereira é uma das atrações brasileira na São Silvestre (Foto: Wagner Carmo/CBAt)


A 95ª Corrida Internacional de São Silvestre, que será disputada na terça-feira em 15 km por ruas e avenidas de São Paulo, terá um forte grupo de brasileiros, que estão inscritos na categoria Bronze da World Athletics (ex-IAAF), correndo em casa, com apoio da torcida e de olho no pódio. A provas começam às 7h25, com largadas em sequência, e transmissão das TVs Globo e Gazeta.

Os destaques são Daniel Chaves da Silva, top 15 na Maratona de Londres deste ano, garantindo a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, Wellington Bezerra, 18º na Maratona de Hamburgo e vice da Maratona Internacional de São Paulo em 2018, e Ederson Pereira, campeão da Volta Internacional da Pampulha, ouro nos 10 mil nos Jogos Pan-Americanos de Lima, ambos neste ano, e quinto na Meia de Buenos Aires-2018.

No feminino, duas corredoras brasileiras estão entre as atrações da Elite, Valdilene Silva e Tatiele de Carvalho. Valdilene foi 15ª colocada na Maratona de Frankfurt-2018, enquanto Tatiele foi quarta na Dez Milhas Garoto e 5ª na Meia de Buenos Aires, ambas em 2018 também. Tatiele possui cinco títulos do Troféu Brasil.

As últimas conquistas nacionais na Corrida de São Silvestre aconteceram em 2010, com Marilson Gomes dos Santos, e em 2006, com Lucélia Peres.

A organização confirmou várias atrações na tradicional competição paulistana, que teve a sua primeira edição em 1925. Estará na prova de 15 km o bicampeão queniano Edwin Rotich, vencedor nas edições de 2012 e 2013, e Dawit Admasu, do Bahreim, que ganhou em 2014 e 2017. Ambos estão no seleto grupo de favoritos ao topo do pódio no dia 31 de dezembro. A partir deste ano, a Corrida de São Silvestre tem o Bronze Label da World Athletics (IAAF), como uma das principais provas do calendário mundial.

Há mais destaques Bronze da World Athletics no masculino. São eles o equatoriano Byron Piedra, finalista nos 10 mil dos Jogos Pan-Americanos de Lima e 7º na Meia Maratona de Nova York-2016; Joseph Panga, da Tanzânia, 4º colocado na 10 k de Boston 2019 e 10º na 94ª São Silvestre, o colombiano José Gonzales, vencedor da Girardot 15k-2017 e 4º na Boston 10K-2019.

O feminino latino-americano também estará bem representando, com as argentinas Daiana Orcampo (Silver), campeã da Maratona de Buenos Aires e da Meia Maratona de Assunção, ambas em 2019, e Marcela Cordeiro (Bronze), vice em Buenos Aires-2019; além da mexicana Risper Gesabwa (Bronze), prata nos 10K no Pan de Lima, campeã da Des Moines Half Marathon-2014 e top-ten na Frankfurt Marathon-2015.












Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também