Atleta que ficou com rosto desfigurado diz que se divertiu com a luta

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Tony Ferguson, lutador do UFC que ficou irreconhecível ao ser nocauteado por Michael Chandler com um chute brutal no queixo, no UFC 274, no último sábado (7), falou pela primeira vez desde o episódio.

O ex-campeão interino do peso-leve (até 70 kg) disse que se divertiu muito na luta, mesmo sofrendo um nocaute histórico.

"Parabéns para o Michael Chandler pela vitória no UFC 274. Me diverti muito lá, vocês fãs são loucos pra ***. Eu amo essa merd*! É bom estar de volta e com fome novamente. Estávamos apenas começando. Boa sorte na sua próxima luta, campeão", escreveu o lutador nas redes sociais.

Apesar de ser considerado um dos melhores lutadores da história do peso leve, Ferguson não vive o seu melhor momento no UFC. A derrota para Michael Chandler foi a 4ª seguida do veterano de 38 anos.

Entre 2013 e 2019, ele ficou invicto por 12 lutas e ganhou o cinturão interino da categoria, mas se lesionou e foi destituído.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos