Atleta de Porto Rico ganha casa de comitê olímpico por medalha de ouro em Tóquio

·1 minuto de leitura
Camacho-Quinn faturou a única medalha de Porto Rico em Tóquio até agora - Foto: Jean Catuffe/Getty Images
Camacho-Quinn faturou a única medalha de Porto Rico em Tóquio até agora - Foto: Jean Catuffe/Getty Images

Jasmine Camacho-Quinn conquistou a medalha de ouro nos 100m com barreiras em Tóquio. Não bastasse a satisfação por subir ao lugar mais alto do pódio em uma Olimpíada, ela recebeu um presente bastante generoso do Comitê Olímpico de Porto Rico (Copur).

De acordo com o jornal local Primera Hora, Camacho-Quinn foi congratulada com uma casa de US$ 50 mil. Caso não deseje a residência, a porto-riquenha pode optar por receber um cheque neste mesmo valor.

Leia também:

A publicação esclareceu que o presente não é apenas para Camacho-Quinn, mas sim uma premiação estipulada pelo Copur a qualquer atleta do país que volte de Tóquio com uma medalha de ouro. Prata e bronze também são premiadas com US$ 30 mil e US$ 20 mil, respectivamente.

Curiosamente, a própria Camacho-Quinn não havia sido avisada do presente. Na última segunda-feira, ao ser questionada sobre o assunto, ela admitiu desconhecer a premiação e mostrou-se surpresa com a informação.

“Não sabia. Eu estava contente apenas por conquistar o ouro. Não o fiz por dinheiro. Mas aceito o presente”, declarou a dona da única medalha de Porto Rico em Tóquio até o momento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos