Atleta da Pitbull Brothers vence no Contenders Series, mas não consegue contrato com o UFC: “faltou pouco”

·2 min de leitura


Faltou pouco para Erisson Silva assinar com o maior evento de MMA do mundo. No último dia 2 de novembro, o atleta da Pitbull Brothers participou da última edição da temporada 2021 do Dana White's Contender Series, evento que serve de porta de entrada para o UFC, e saiu vitorioso ao derrotar o chinês Lun Qiu por decisão unânime dos juízes. Apesar da vitória, o lutador de Bayeux, Região Metropolitana de João Pessoa, não conseguiu convencer Dana White a fechar um contrato. Mesmo diante da frustração, o lutador de 30 anos garante que o seu sonho foi apenas adiado.

“Adorei a minha performance e acho que deveria ter sido contratado, mas infelizmente não aconteceu. Eu dei tudo de mim lá dentro, mas acho que o chefe não estava de bom humor no dia (risos), porque eu fiz uma bela luta, uma luta muito empolgante. Mas não deixei o meu sonho de lado”, disse Erisson, que agora possui 11 vitórias na carreira e apenas uma derrota.

O peso-mosca, que começou nas artes marciais praticando Caratê aos 10 anos em uma instituição de caridade (Lar Fabiano de Cristo) e em seguida foi treinar Sanda na academia de um amigo que veio a falecer pouco tempo depois, treina hoje na filial da equipe dos irmãos Patrício e Patricky Pitbull, a Pitbull Brothers, em João Pessoa, academia comandada pelo professor Eduardo Machado. Atualmente ele também concilia a sua carreira de lutador com a de técnico de manutenção de elevadores, profissão que ele espera em breve deixar para se dedicar apenas ao MMA.

“Espero que em breve tudo mude. Eu esperava ser contratado para que já ocorresse essa mudança agora. Faltou pouco. Mas com certeza em breve estarei me dedicando só aos meus treinos e lutando na maior organização de MMA do mundo”, garantiu o casca-grossa, que após vencer no Contenders Series deu uma entrevista dedicando a vitória a sua filha Yarin Elisa, que faleceu poucos meses depois de nascer.

“Dedico essa vitória para a minha filha, que não está aqui. Papai do céu levou ela em agosto, com um problema no coração depois de uma cirurgia que ela não resistiu. Mas Ele sabe de tudo. Ela estava no hospital e eu treinando, e minha esposa com ela. É muito difícil, mas consegui dar essa vitória para ela. Essa vitória é para ela e para a minha família”, declarou emocionado ainda no octógono.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos