Atleta do Colônia critica volta aos treinos após 3 infectados no clube


Na sexta-feira, três profissionais (dois jogadores e um fisioterapeuta) do Colônia, da Alemanha fizeram testes após os treinos, e foram detectados como infectados pela Covid-19. Neste sábado, o elenco voltou a treinar.

A decisão da diretoria do clube em manter os trabalhos, resguardados todos os protocolos médicos, causou a revolta em um dos jogadores da equipe: o belga Birger Verstraete, que criticou a situação em entrevista à VTM, uma TV da Bélgica.

- Um absurdo. O fisioterapeuta infectado tratou de mim e de outros jogadores durante várias semanas. Na quinta-feira, fiz dupla no ginásio com um dos infetados. Por isso, não é correto o clube dizer que nenhum dos três teve contato com os restantes - disse Verstrate, para em seguida completar:

- Espero que não tenhamos mais infetados mas temos sempre na cabeça a possibilidade de o vírus se propagar. Neste momento, não estarmos em quarentena e continuarmos a treinar é bizarro. O futebol nesta altura não é o mais importante.

O Colônia, assim como os clubes europeus, já estão treinando há duas semanas, preparando-se para a retomada dos jogos do Campeonato Alemão, prevista para o dia 9. Entretanto, tudo indica que essa data vá ser alterada: uma reunião de dirigentes dos clubes alemães com a chanceler Angela Merkel e membros do governo está agendada e deverá adiar este retorno para o fim do mês.

Restam 11 rodadas para o término da competição. O Bayern lidera com 55 pontos, seguido pelo Borussia Dortmund, com 51. O Colônia é o décimo, com 32 pontos.











Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também